Geely pode chegar ao Brasil em 2012

Marca chinesa será representada pelo mesmo importador da Kia Motors; IPI elevado para carros importados ainda é entrave

Geely LC | Imagem: Geely

Mais uma montadora chinesa está de malas prontas para o Brasil. É a Geely (se pronuncia “djili”), que já está de contrato assinado com o Grupo Gandini, o mesmo importador da Kia Motors, para desembarcar no mercado nacional. Entretanto, segundo a assessoria de imprensa da empresa de importação, o IPI elevado para automóveis importados cobrados no país ainda é um fator que pode atrasar a chegada da marca.

A fabricante e importador ainda estudam uma forma de lançar seus produtos ainda neste ano com preços competitivos no Brasil, para assim tornar a operação viável.

Uma forma de amenizar os custos da sobretaxa da alíquota de importação é trazer os veículos da Geely via Uruguai, onde o Grupo Fiancar iniciará neste ano a produção dos modelos chineses em regime CKD. Ou seja, os carros virão da China desmontados e finalizados no país vizinho, que também está no grupo de livre comércio com o Brasil.

Esta mesma estratégia é utilizada pela Lifan e Chery, que montam no mesmo país os modelos 320 e Tiggo, respectivamente, e assim conseguem isenção de IPI no mercado brasileiro mesmo sem obter os 65% de conteúdo nacional exigidos pelo governo.

O primeiro Geely a chegar ao país, se toda negociação for de fato concluída, será o compacto LC, modelo muito semelhante ao Chery QQ no que diz respeito ao porte. Esse mesmo carro já é comercializado no Uruguai e também tem seu lançamento na Argentina programado para até o final de 2012. Mais adiante é esperada a chegada de um utilitário esportivo, que também será montado na planta uruguaia, onde o Grupo Fiancar investiu em 2011 US$ 35 milhões para montar 10 mil automóveis por ano.

Recentemente a Geely ganhou notoriedade no mercado mundial por ter adquirido a Volvo Cars, que pertencia ao Grupo Ford.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!