Honda WR-V: como será o SUV híbrido rival do Toyota Yaris Cross

Utilitário compacto foi confirmado pela marca, que anunciou investimento de R$ 4,2 bilhões no Brasil
Honda Elevate 2024

Honda Elevate 2024 | Imagem: Divulgação

Na semana passada a Honda, além de anunciar um investimento de R$ 4,2 bilhões no Brasil em novas tecnologias para o uso do etanol junto com sistemas híbridos, confirmou que vai produzir o WR-V no país no ano que vem. A data coincide com a chegada do que deve ser seu maior rival, o Toyota Yaris Cross.

VEJA TAMBÉM:

Mas como é o WR-V? O nome não é estranho, afinal já foi usado por um SUV baseado no Fit e vendido entre 2018 e 2021. Essa nova geração não tem nada do Fit. O carro é um novo projeto feito sobre a plataforma do City desenvolvido na Ásia e já é vendido na Índia como Elevate.

O WR-V tem 4,31 metros de comprimento, 1,79 m de largura, 1,65 m de altura e 2,65 m de distância entre-eixos. O porta-malas tem 458 litros de capacidade. Para efeito de comparação, o Hyundai Creta mede 4,30 m de comprimento e 2,59 m de entre-eixos. Além do Creta e do Yaris Cross, o WR-V também vai enfrentar modelos como Volkswagen T-Cross, que terá um facelift em breve, e Nissan Kicks, que terá uma nova geração já flagrada no Brasil.

Honda Elevate 2024
Honda Elevate 2024
Imagem: Divulgação

Entre os principais equipamentos oferecidos na Índia, o SUV da Honda tem multimídia com tela sensível ao toque de 10,25 polegadas, teto solar, painel de instrumentos com tela de 7 polegadas, carregamento sem fio para smartphones, integração sem fio com Android Auto e Apple CarPlay, e câmera de estacionamento traseira.

A motorização por aqui deve seguir as mesmas do City, com motor 1.5 flex aspirado de quatro cilindros com 126 cv de potência e 15,8 kgfm de torque, sempre acoplado ao câmbio automático CVT. 

Siga o AUTOO nas redes: WhatsApp | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

Honda Elevate 2024
Honda Elevate 2024
Imagem: Divulgação

> Fique por dentro de tudo através do nosso canal do WhatsApp

Já as versões híbridas flex devem aproveitar esse mesmo motor em companhia com outro elétrico. Na Índia, o Elevate não conta com essa opção, mas é fácil imaginar que a Honda aproveite o sistema oferecido no City. Por lá, a potência foi mantida, mas o torque cresceu para 25,7 kgfm.

Neste caso, o 1.5 é acompanhado por dois motores elétricos, todos ligados ao eixo dianteiro, e tem o consumo prometido de 27,1 km/l. O sistema e:HEV é usado no Brasil por Civic, CR-V e Accord.

Recomendados por AUTOO

Youtube
Choque de elétricos baratos

Choque de elétricos baratos

BYD Dolphin Mini ou Kwid E-Tech, quem leva a melhor nos modelos a bateria?
Aviação
Os novos porta-aviões da China e dos EUA comparados

Os novos porta-aviões da China e dos EUA comparados

Fujian e Gerald R. Ford são como forças aéreas móveis, capazes de se deslocar pelo mundo inteiro
MOTOO
5 motos 0km para comprar na faixa dos R$ 20 mil

5 motos 0km para comprar na faixa dos R$ 20 mil

Confira opções de modelos interessantes de Honda, Yamaha, Royal Enfield, Bajaj e Dafra