Iveco embarca no mercado de ônibus

Primeiros modelos feitos no Brasil serão o micro-ônibus CityClass e o urbano S170

Iveco S170 | Imagem: Divulgação

A Iveco acaba de anunciar sua entrada definitiva no mercado brasileiro de transporte de passageiros. Inicialmente, serão oferecidos o micro-ônibus CityClass e o ônibus urbano S170. Diferentemente da produção na Europa, onde atua com a marca Irisbus e entrega o veículo pronto, aqui a montadora italiana fabricará apenas os chassis na planta de Sete Lagoas (MG), deixando o trabalho de finalização a cargo das principais “encarroçadoras” do País.

No caso do CityBus, que chega em três versões - Escolar, Fretamento e Executivo -, a Iveco estendeu a parceria com a Neobus, de Caxias do Sul (RS), iniciada em 2009, visando o fornecimento desses veículos para programas educacionais do governo federal.

Leia também: Nova geração do Iveco Stralis Ecoline é até 7,5% mais econômico
 
Desenvolvido a partir da linha Iveco Daily 70C17 HD - avaliado por AUTOO na versão VUC - o novo CityClass, agrega novidades mecânicas e estéticas. A parte frontal (coluna A, capô, grade, para-choque e faróis) foi totalmente redesenhada. O acabamento externo, com laterais planas e amplas áreas envidraçadas, confere um visual moderno e limpo. Por dentro, o modelo traz todo o conteúdo do novo Daily, que conta com computador de bordo, imobilizador, tacógrafo e piloto automático de série.

O motor FPT F1C, de 3.000 cm³, gera 170 cavalos de potência e 45,8 kgfm de torque, com ajuda da tecnologia EGR, sendo que ele é o único do segmento a dispensar o uso do Arla 32 para atender as normas Euro V. A transmissão, com alavanca no painel, tem seis velocidades.

Veja a avaliação do Mercedes-Benz Actros 2646 LS, um caminhão que poderia ser um avião

O novo CityClass, pode transportar até 36 passageiros na versão escolar, 25 na fretamento, voltada para curtas e médias distâncias, e até 19 na configuração Executivo, com poltronas reclináveis e aplicações para viagens. O modelo, que passa a ser oferecido para frotistas e autônomos a partir de novembro, tem preços que vão de R$ 145 mil a R$ 200 mil, de acordo com a configuração e acabamento.

Já o modelo S170 estará disponível nas configurações urbano e fretamento/intermunicipal. Projetado no Centro de Desenvolvimento de Produtos da Iveco, o modelo agrega uma série de tecnologias já adotadas pelos ônibus da empresa no exigente mercado europeu. Seu chassi será oferecido com três opções de suspensão, incluindo a pneumática, que resulta em mais conforto, seja qual for a aplicação.

O motorista conta com itens de conforto como a coluna de direção ajustável e a transmissão de cinco velocidades acionada por meio de cabo de engate, que exige menos esforço. O motor, alojado na parte frontal do veículo, é a nova versão do FPT NEF6 ID, de 6.700 cm³, com 280 cv e 96,8 kgfm.

AUTOO avaliou a picape grande RAM 2500

O modelo também traz de série o novo sistema de freios a tambor “Heavy Duty”, com maior área de atrito (410 mm), proporcionando frenagens mais eficientes. O modelo, que tem previsão de chegada em meados de 2013, terá dois anos de garantia (mais uma para o trem de força) e poderá ser financiado pelo Finame, mas seus preços ainda não foram divulgados.

A Iveco também não revelou qual o volume de seus investimentos para esta nova fase de sua atuação no mercado brasileiro. De acordo com o chefe da nova divisão de ônibus da empresa, Paolo Del Noce, a intenção é atender, gradativamente, todos os segmentos do mercado brasileiro (full liner), lançando por aqui, também em 2013, a linha Eurorider, com motor traseiro. Segundo o executivo, a meta da Iveco para os próximos quatro anos é alcançar a participação de até 11% do segmento de 17 toneladas, onde está inserido o S170, nicho que corresponde a 40% do mercado nacional de ônibus.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!