JAC E-J7: sedã elétrico de R$ 264.900 quer desafiar BMW 320i

JAC traz ao país modelo com porte de Série 3 e aposta no custo-benefício da novidade
JAC E-J7 2022

JAC E-J7 2022 | Imagem: Divulgação

A JAC lança nesta semana no mercado brasileiro o interessante E-J7, sedã 100% elétrico que traz o sistema de propulsão limpa mais sofisticado da fabricante chinesa. 

Tabelado em R$ 264.900, a JAC vai posicionar o E-J7 de uma maneira desafiadora no mercado, buscando fazer dele uma opção aos consumidores de sedãs de luxo com porte equivalente, porém contando ainda com propulsão exclusivamente térmica. 

O E-J7 conta com 4,77 m de comprimento e 1,82 m de largura, números que o aproximam de um BMW Série 3, atual líder em vendas no segmento de sedãs premium e tabelado em cerca de R$ 300 mil no seu catálogo de entrada. Com 2,76 metros de entre-eixos, a novidade da JAC também promete oferecer uma cabine ampla e confortável para seus 5 passageiros. 

O argumento da JAC para fazer os consumidores dos sedãs alemães olharem para o E-J7 reside em especial nas credenciais técnicas da novidade. 

O propulsor elétrico presente no E-J7 entrega 193 cv de potência e torque instantâneo de 34,7 kgfm, suficientes para o sedã acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 5,9 segundos. A velocidade máxima, contudo, é limitada em 150 km/h para “preservar a carga das baterias”, esclarece a JAC. 

Com autonomia para 402 km, uma das vantagens do E-J7 sobre modelos térmicos é a economia financeira proporcionada pelo custo da recarga. “Para recarregá-lo por completo, considerando o custo médio atual de tarifas de R$ 0,62 por kWh (dado da Aneel), o proprietário do modelo vai desembolsar R$ 7,75 a cada 100 km. No total, o proprietário do JAC E-J7 gastará pouco mais de R$ 30 a cada recarga completa”, esclarecem os importadores. 

JAC E-J7 2022
JAC E-J7 2022
Imagem: Divulgação

Em linhas gerais, o custo por km rodado do E-J7 é sete vezes menor do que um modelo com motor térmico. Outra vantagem de uma bateria com menos carga é a velocidade de recarga: no modo lento (AC), o dono do E-J7 precisará de pouco mais de 6 horas para recarregá-lo (20% a 100%). Já com carga rápida (DC), ele precisa de somente 30 minutos (30% a 80%)”, acrescenta a JAC. 

No visual, o E-J7 traz uma interessante concepção fastback, em que a tampa do porta-malas abre em conjunto com o vidro traseiro, facilitando o acesso e o uso do compartimento de bagagens, que oferece ótimos 590 litros.  

JAC E-J7 2022
JAC E-J7 2022
Imagem: Divulgação

O modelo teve suas linhas concebidas no JAC Design Center, na Itália, e contou com o acompanhamento da Volkswagen. Atualmente a fabricante alemã detém mais de 50% de participação acionária na matriz da JAC Motors. 

Em termos de acabamento e nível de equipamentos, o JAC E-J7 contará com o uso de couro nos tons preto e marrom-escuro servindo de base para o interior. 

A lista de itens de série do sedã contempla ainda central multimídia com tela vertical de 13” e os sistema de espelhamento de smartphones Apple CarPlay e Android Auto, teto solar panorâmico, painel de instrumentos digital de 10,25”, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, faróis full-LED, chave presencial, banco do motorista com ajustes elétricos, entre outros. 

Tags