Kia apresenta novo Soul em Nova York

Modelo que marcou a mudança de visual da marca está um pouco maior, mas bem mais sofisticado

Kia Soul 2014 | Imagem: Divulgação

Hoje presidente da Kia, o alemão Peter Schreyer estreou como designer-chefe da marca coreana no projeto do Soul, um carrinho de formas retangulares que flertavam com o mundo off-road, mas com personalidade tipicamente urbana e jovem.

A boa aceitação do modelo foi a luz verde para que Schreyer provocasse um turbilhão no mercado com seus projetos elegantes e ao mesmo tempo chamativos. Agora chegou a hora de repensar justamente seu primeiro modelo Kia. O Soul chegou à 2ª geração oficialmente nesta quarta-feira, na abertura do Salão de Nova York, nos Estados Unidos.

E chegou cedo, afinal a 1ª geração havia estreado em 2009, tempo curto para uma mudança tão grande. Mas é provável que você esteja se perguntando, após ver as fotos abaixo, se o Soul mudou tanto assim. Realmente, parece que não, mas a Kia mexeu em tudo sem comprometer o característico desenho do veículo.

Espaço extra contado

A marca ainda não revelou todos os detalhes do novo Soul, mas disse que o carro está mais espaçoso. O aumento, no entanto, é discreto. A distância entre-eixos, por exemplo, ganhou apenas 1,5 cm assim como a largura, com a mesma medida extra.

As principais novidades estão escondidas. O Soul agora tem uma carroceria mais leve e forte que o deixou também mais seguro. As linhas estão mais agressivas e sofisticadas – a entrada de ar no para-choque faz o modelo ter cara de mal e as lanternas na traseira agora têm uma moldura que as une em volta da tampa do porta-malas. A Kia disse que a base das mudanças vieram do conceito Track´ster, mostrado há dois anos.

Que Peter Schreyer nos perdoe, mas o novo Soul ganhou um certo ar de Land Rover. Talvez seja até um elogio. O alemão também merece aplausos pelo interior, que está bem mais sofisticado, um dos pontos fracos da geração anterior.

Embora tenha mantido a cor preta, que tem lá seus detratores, o console tem mais equipamentos e aparência de melhor acabado.

O destaque é sistema multimídia UVO que usa um software integrado ao Android, do Google, embora funcione também com o iPhone. Há mapas, conexão com a internet, rádio web Pandora ativado por voz e informações sobre turismo e trânsito, claro, tudo disponível nos Estados Unidos.

Motor turbo com injeção direta

A novidade na parte mecânica era meio que esperada, a adoção do motor 1.6 GDI, com 132 cv de potência. O GDI tem injeção direta de combustível e turbo, a dobradinha que tem feito a felicidade dos donos de seus carros. Nos EUA, também há uma versão com motor 2.0 aspirado.

Até no nome das versões a Kia inovou. A versão top, por exemplo, ganhou o adjetivo “Exclaim”. Nada mal para um carro que quer mesmo chamar a atenção por onde passa.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!