Quando usávamos a palavra facelift para classificar a atualização de um automóvel, ela quase sempre remetia a mudanças pontuais, que raramente iam além de novas rodas ou de uma discreta reformulação de faróis e lanternas.

Com a evolução da tecnologia e programas de desenvolvimento muito mais avançados, hoje uma atualização de meio ciclo de um automóvel pode contemplar evoluções mais profundas. O Nissan Kicks 2022 é um bom exemplo.

A dianteira do SUV é completamente nova, com para-choque, grade frontal, capô e faróis revistos. Indo além, vale a pena citar o reforço nos itens de eletrônica embarcada que o Kicks recebeu, em especial para não ficar atrás de concorrentes modernos, como é o caso de Chevrolet Tracker e VW T-Cross em suas versões completas. Mas vamos abordar tudo isso mais adiante.

Voltando um pouco para o design, as melhorias promovidas pelo time de estilo da Nissan caíram muito bem ao Kicks 2022. Visto de frente, o SUV tornou-se mais sofisticado e com um certo ar esportivo, fruto da combinação entre a grade frontal maior e os faróis compridos e afilados. A presença da iluminação full-LED no Kicks Exclusive ainda cria uma bela assinatura luminosa para o modelo. Completando tudo isso, a inclusão da antena do tipo “barbatana” em todas as versões realça a característica mais dinâmica que o SUV deseja transparecer.

Na parte traseira, a solução de integrar as lanternas (agora com iluminação em LED) por meio de uma barra reflexiva é um aprimoramento pontual, mas que melhorou o estilo geral da parte posterior do Kicks. Por sinal, o SUV preserva seu bom porta-malas de 432 litros, um dos melhores do segmento.

Mas é por dentro que notamos evoluções interessantes para o Kicks Exclusive 2022. Ele segue com a opções de revestimento de couro nas cores preto, cinza ou Macchiato (marrom), cada uma delas dependendo da cor da carroceria. A central multimídia agora passa a contar com tela de 8” nas versões topo de linha e intermediária do SUV, uma melhora importante, já que favorece o uso de aplicativos de navegação como Waze ou Google Maps, bem como torna as imagens do sistema de câmeras 360º mais nítidas.

O novo sistema de som Bose Personal Space, item de série somente para o Kicks Exclusive, de fato trabalha muito bem e proporciona uma experiência sonora imersiva e de melhor qualidade do que encontramos nos concorrentes diretos. Por meio de dois alto-falantes de 2,5” posicionados no encosto de cabeça do motorista, é possível orientar a fonte do som, fazendo com que ele chegue aos ouvidos do condutor vindo da parte frontal da cabine (efeito palco), ou criar a sensação de preenchimento de todo o habitáculo (efeito surround). Os demais alto-falantes de qualidade superior também capricham na reprodução sonora e evitam distorções mesmo em volumes mais altos. Quem valoriza um sistema de som de qualidade, certamente vai se empolgar com a solução da Bose preparada para o Kicks Exclusive.

Tecnicamente pouca coisa muda no Kicks 2022. Modelo que já era conhecido por seu comportamento dinâmico neutro e estável, o SUV aprimorou ainda mais esses dois pontos. O time de engenharia da Nissan resolveu escolher novos pontos de fixação para o eixo traseiro e a caixa da direção, favorecendo a estabilidade e o controle direcional. Ainda nas versões Advance (intermediária) e Exclusive encontramos novos pneus com maior coeficiente de atrito, que ajudam a reduzir a distância de frenagem e favorecem a aderência em curvas. Recursos importantes para otimizar a segurança, o Kicks segue com o Controle Dinâmico de Chassi e o Estabilizador Inteligente de Carroceria. 

Para melhorar o conforto (e até permitir que você desfrute ainda mais do novo sistema de som), o para-brisa do Kicks 2022 conta com tratamento acústico, evitando que parte dos ruídos externos sejam percebidos no interior do SUV. 

 

Na prática, o Kicks 2022 continua o mesmo SUV com o rodar competente e agradável, típico de um automóvel oriental. Sua direção elétrica é calibrada na medida certa, bem como suspensão e freios trabalham da forma esperada para um carro voltado ao uso urbano, dispensando qualquer pretensão esportiva. Favorecido pelo baixo peso (1.139 kg na versão Exclusive), o Kicks sempre buscou destacar-se pela eficiência. 

Por conta disso, a Nissan optou por preservar o motor 1.6 16V de 114 cv e 15,5 kgfm, que atua em conjunto com a transmissão automática CVT na versão Exclusive. Aliás, o câmbio em questão responde hoje por 95% das vendas do modelo. Segundo dados da Nissan, o Kicks automático acelera de 0 a 100 km/h em 11,8 segundos, alcança 175 km/h de velocidade máxima e entrega parciais de até 11,3 km/l na cidade e 13,6 km/l na estrada com gasolina. 

Se não conta com periféricos como turbo ou injeção direta, o motor HR16DE é construído inteiramente em alumínio e traz comando de válvulas variável. Conhecido pela robustez, ele também confere ao Kicks baixo custo de manutenção. As revisões até 60.000 km somam R$ 3.021, valor que a Nissan clama como o mais baixo do segmento. Apenas como comparação, as inspeções de fábrica no mesmo intervalo para um Chevrolet Tracker 1.0 turbo totalizam R$ 3.380. 

Curioso que o Kicks é um modelo com uma dinâmica tão bem resolvida que um motor mais potente faria muito bem ao SUV. Quem sabe, no futuro, um eventual Kicks com o 1.3 turbo sob o capô também não dê as caras por aqui. Essa configuração já existe na Índia e o propulsor em questão será aplicado no Renault Captur nacional em breve. Mas talvez o que temos de mais concreto no horizonte envolvendo o Kicks é a nacionalização de sua opção híbrida e-Power. Movido por um propulsor elétrico com torque generoso, o Kicks eletrificado deverá entregar uma performance bem interessante aliada a um consumo extremamente baixo. 

Olhando para o mercado 

Com todo o seu pacote de melhorias, o Kicks Exclusive 2022 chega ao mercado partindo de R$ 116.390. Por esse valor, ele já traz um pacote robusto de equipamentos, com destaque para o sistema de som especial da Bose, ar-condicionado automático digital, faróis full-LED e o conjunto de câmeras 360º, algo que poucos SUVs compactos oferecem. 

Claro que o destaque do Kicks 2022 vai para o Pack Tech, opcional que agrega novos assistentes de condução ao modelo. Com ele, o preço do Kicks Exclusive salta para R$ 119.390, mas o SUV inclui recursos importantes como o monitoramento de pontos cegos, alerta de tráfego cruzado traseiro, aviso de saída involuntária de faixa e o farol alto com comutação automática. O alerta de colisão com frenagem autônoma de emergência, recurso que já era oferecido no Kicks SL até a linha 2021, segue integrando o Pack Tech e agora tornou-se mais preciso, graças ao complemento da câmera dianteira atuando em conjunto com o radar na parte frontal do carro. 

Se olharmos para os SUVs compactos mais recentes dentro da categoria também em seus catálogos mais completos, o preço do Kicks Exclusive Pack Tech é bem mais competitivo do que o Volkswagen T-Cross Highline, hoje partindo de R$ 130.190. Se acrescentarmos recursos como o assistente de estacionamento, sistema de som com a chancela da marca Beats, faróis full-LED, entre outros, o preço do VW fica ainda mais elevado e supera os R$ 136 mil. 

Se você busca o máximo em performance não terá escolha melhor do que o T-Cross Highline. Com seu 1.4 turbo com injeção direta sob o capô, o VW acelera de 0 a 100 km/h em 8,7 segundos e alcança 198 km/h de velocidade máxima, números bem superiores aos do Kicks. Capaz de alcançar médias de 11 km/l na cidade e 13,2 km/l na estrada com gasolina, o T-Cross Highline ainda faz bonito no quesito consumo. Uma pena que custe tão caro. 

Na gama Chevrolet, por sua vez, o Tracker Premier com motorização 1.0 turbo traz um preço mais alinhado com o Kicks Exclusive Pack Tech. O Tracker em questão está no mercado por R$ 118.580 e também agrada no quesito tecnologia. O SUV conta com monitoramento de pontos cegos, alerta de colisão com frenagem autônoma, faróis full-LED, revestimento interno de couro e ainda acrescenta o assistente de estacionamento, tudo dentro do valor sugerido. Apesar de não ter um sistema de som especial, o Tracker Premier é o único SUV nacional a oferecer, no momento, Wi-Fi nativo e um sistema de telemática avançado como é o caso do OnStar. 

Em termos de desempenho, o Tracker Premier 1.0 turbo não se equipara ao T-Cross Highline, mas ele é ligeiramente melhor em relação ao Kicks (0 a 100 km/h na casa de 11 segundos) e suas médias de consumo também superam as do Nissan (11,9 km/l na cidade e 13,7 km/l na estrada com gasolina). Para quem deseja uma performance melhor, existe a opção do Tracker Premier 1.2 turbo, que custa R$ 126.830, mas acelera de 0 a 100 km/h em 9,5 segundos, consome pouca coisa a mais do que a opção 1.0 e acrescenta o teto solar panorâmico (item ausente no Kicks). 

Tanto o T-Cross quanto o Tracker ficam devendo um porta-malas acima de 400 litros, contudo ao menos o VW e o Chevrolet entregam cabines mais espaçosas em relação ao Kicks, sobretudo para os passageiros na segunda fileira de assentos. 

Em resumo, os aprimoramentos na lista de itens de tecnologia do Kicks Exclusive serviram para alinhar o modelo com seus concorrentes mais novos, tornando o Nissan uma alternativa viável para quem está em busca de um SUV compacto mais sofisticado. A grande questão é que o Tracker Premier 1.0 turbo é capaz de trazer um conjunto tão equilibrado quanto o do Kicks Exclusive, porém superando o Nissan por conta de seu custo-benefício vantajoso, o conjunto mecânico mais eficiente e uma cabine capaz de oferecer sensação de espaço superior para cinco pessoas.   

O T-Cross Highline é a escolha certeira para quem não abre mão de um veículo que seja a referência em desempenho na categoria, mas cobra caro por isso. O Kicks, por outro lado, preserva o caráter racional que sempre trouxe um bom leque de clientes para a marca, alguns deles avessos aos motores turbo de SUVs como no Tracker e no T-Cross. Se você tem esse perfil, o Nissan é uma escolha interessante, sobretudo em seu catálogo Sense CVT (R$ 98.390), o mais acessível com câmbio automático. Caso esteja disposto a avançar em um preço na casa dos seis dígitos na hora de escolher seu próximo SUV compacto, fica claro que hoje em dia modelos mais recentes são capazes de trazer um retorno melhor em relação ao dinheiro gasto.

 
 
Volkswagen T-Cross 2021
 
Volkswagen T-Cross 2021
Volkswagen T-Cross 2021
Volkswagen T-Cross 2021
 
Volkswagen T-Cross 2021
Volkswagen T-Cross 2021
Volkswagen T-Cross 2021
 
Volkswagen T-Cross 2021
Volkswagen T-Cross 2021
Volkswagen T-Cross 2021
 
Volkswagen T-Cross 2021
Volkswagen T-Cross 2021
Chevrolet Tracker 2021
 
Chevrolet Tracker 2021
Chevrolet Tracker 2021
Chevrolet Tracker 2021
 
Chevrolet Tracker 2021
Chevrolet Tracker 2021
Chevrolet Tracker 2021
 
Chevrolet Tracker 2021
Chevrolet Tracker 2021
Chevrolet Tracker 2021
 
Chevrolet Tracker 2021
Chevrolet Tracker 2021
Chevrolet Tracker 2021
 
Chevrolet Tracker 2021
Chevrolet Tracker 2021
Nissan Kicks 2022
 
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
 
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
 
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
 
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
 
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
 
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
 
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
 
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
 
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
 
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
 
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
 
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks 2022
Nissan Kicks Exclusive entre T-Cross Highline e Tracker Premier: SUVs compactos em versões topo de linha
 
Nissan Kicks Exclusive entre T-Cross Highline e Tracker Premier: SUVs compactos em versões topo de linha
Nissan Kicks Exclusive entre T-Cross Highline e Tracker Premier: SUVs compactos em versões topo de linha
 
 

Ficha técnica

Nissan Kicks 2022 Exclusive 1.6 16V flex automático 4p
Preço R$ 116.390 (02/2021)
Categoria SUV compacto
Vendas acumuladas neste ano 36.444 unidades
Motor 4 cilindros, 1598 cm³
Potência 114 cv a 5600 rpm (gasolina)
Torque 15,5 kgfm a 4000 rpm
Dimensões Comprimento 4,31 m, largura 1,76 m, altura 1,59 m, entreeixos 2,61 m
Peso em ordem de marcha 1139 kg
Tanque de combustível 41 litros
Porta-malas 432 litros
Veja ficha completa

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/