Tipo de consumidor que já responde por uma parcela considerável da compra de carros novos no Brasil, o público de Pessoas com Deficiência (PcD) terá mais duas opções de modelos a partir de agora para colocar em suas pesquisas.

Com a intenção de “acelerar forte na ofensiva de produtos destinados a esse público”, a Volkswagen anunciou nesta segunda-feira (3) a estreia do Polo Sense e do Virtus Sense, ambos com preço tabelado em R$ 69.990. Vale a pena destacar que, para obter a isenção da maior parte dos tributos governamentais, tais como IPI, ICMS, entre outros, o público PcD deve adquirir carros com valor respeitando o teto de R$ 70.000.

O Polo Sense toma como base a versão intermediária, com motor 1.6 16V, porém dotada de todos os equipamentos de série e opcionais, e troca o motor citado pelo 1.0 TSI trabalhando em conjunto com o câmbio automático de 6 marchas. Com isso, além do propulsor mais eficiente, o Polo Sense traz uma boa lista de equipamentos de série, figurando entre eles os controles de tração e estabilidade, central multimídia com tela de 6,5” e suporte aos principais sistemas de espelhamento para smartphones, trio elétrico, sensor de estacionamento traseiro, rodas de liga leve, ar-condicionado, direção elétrica, entre outros.

O Virtus Sense, ao contrário do hatch, seguirá com o motor 1.6 16V sob o capô trabalhando em conjunto com o câmbio automático de 6 marchas, porém recebe o mesmo pacote de itens de série que o Polo Sense. Nos dois casos, considerando o preço de R$ 69.990 para a dupla, a gama Sense traz um notável ganho em termos de custo-benefício.

Antes da chegada da nova configuração Sense, o público PcD que desejava optar por um Polo ou Virtus com a motorização 1.6 MSI e câmbio automático só poderia optar pelo pacote de conforto ou o de segurança (ESP mais controle de tração) para não extrapolar o limite de R$ 70.000. Com a novidade para a dupla, a Volkswagen resolve o “problema”. O Polo Sense e o Virtus Sense serão oferecidos nas cores sólidas preta, branca e vermelha. A dupla chegará ao mercado no início de 2019. 

A fabricante alemã conta com o Programa Mobilidade Volkswagen, que atende ao publico PcD facilitando a compra dos carros da marca. Com um amplo leque de carros com a opção de câmbio automático e preço mais acessível, a marca bateu recorde de vendas para esse público e já registra crescimento de 318% nas vendas de janeiro a novembro deste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado. Além do Polo e do Virtus, o Gol o Voyage também recebem o motor 1.6 16V e câmbio automático, duas opções com preços bem interessantes.

Segundo a VW, “o Polo, o Fox e o Virtus foram os modelos mais vendidos para o segmento PcD de janeiro a setembro de 2018. Recém-chegados, Gol e Voyage automáticos em breve devem ocupar também posições de destaque nesse ranking”.

Podem adquirir um automóvel no regime de venda direta para PcD pessoas com amputações, artrite reumatoide, artrodese, artrose, AVC, AVE (acidente vascular encefálico), autismo, alguns tipos de câncer, doenças degenerativas, deficiência visual, deficiência mental (severa ou profunda), doenças neurológicas, encurtamento de membros e más formações, esclerose múltipla, escoliose acentuada, LER (lesão por esforço repetitivo), linfomas, lesões com sequelas físicas, manguito rotador, mastectomia (retirada de mama), nanismo (baixa estatura), neuropatias diabéticas, paralisia, paraplegia, Parkinson, poliomielite, próteses internas e externas; exemplo: joelho, quadril, coluna, etc, problemas na coluna, quadrantomia (relacionada a câncer de mama) síndrome do túnel do carpo, talidomida, tendinite crônica, tetraparesia, tetraplegia, etc.  

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/