Foi um anúncio até que discreto frente à tantas novidades que eclodiram no Salão de Genebra deste ano, mas a Volkswagen aproveitou a mostra europeia para fazer uma revelação bem importante: o conglomerado alemão vai abrir sua plataforma de carros elétricos MEB (Modular Electric Toolkit) para outros fabricantes interessados em utilizar a arquitetura.

Segundo a Volkswagen, a medida tem como objetivo promover ganhos de economia de escala tanto para a empresa alemã como para os demais interessados. Vale a pena destacar que a VW vai investir 44 bilhões de euros, aproximadamente R$ 200 bilhões, até 2023 nas áreas de eletrificação, digitalização, serviços móveis e direção autônoma. Desse total, 30 bilhões de euros irão apenas para o desenvolvimento de carros elétricos. Tudo isso nos mostra o quanto criar os automóveis do futuro está onerando as montadoras, por essa razão as parcerias tornam-se cada vez mais relevantes daqui para frente mesmo para empresas de grande porte.

Ao ter mais gente trabalhando sobre a mesma estrutura, torna-se até possível a criação de modelos mais exóticos, por assim dizer como o conceito do bugue elétrico I.D. Buggy que a VW revelou em Genebra.

Fica claro nas entrelinhas, porém, que a VW está preparando uma jogada de mestre ao liberar sua plataforma para carros elétricos para as concorrentes e demais interessados, uma vez que, se todos começarem a construir seus automóveis sobre a mesma arquitetura, a fabricante alemã pode ser beneficiada com o desenvolvimento de tecnologias e serviços criados especificamente para operar dentro da plataforma MEB. Seria um raciocínio próximo ao que a Apple fez com o iPod ao digitalizar as músicas para dentro do seu aparelho.

É fato que, no longo prazo, com a difusão dos carros autônomos e o fim da necessidade de um motorista, os carros serão uma plataforma de serviços que vai permitir aos passageiros realizar compras, se informar, entre outras coisas enquanto se desloca até seu destino. E é aí que várias empresas notam um grande filão comercial para explorar no futuro.

Além disso, a tendência é que a propriedade de um carro comece a ser cada vez mais questionada, já que com um smartphone você poderá solicitar um carro autônomo e ir para onde quiser, o que vai otimizar consideravelmente a frota circulante e fará com que as montadoras passem a atuar muito mais como uma provedora desse tipo de serviço do que se preocupar com a venda de automóveis em si.

Um futuro bem interessante nos aguarda logo a frente...  

 
 
Volkswagen I.D. Buggy
 
Volkswagen I.D. Buggy
Volkswagen I.D. Buggy
Acima a plataforma elétrica MEB do grupo Volkswagen
 
Acima a plataforma elétrica MEB do grupo Volkswagen
Acima a plataforma elétrica MEB do grupo Volkswagen
Volkswagen I.D. Buggy
 
Volkswagen I.D. Buggy
Volkswagen I.D. Buggy
 
 
César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/