Nissan revela interior do Magnite, modelo abaixo do Kicks

Pequeno SUV se aproveita da parceria com a Renault e utiliza uma variante alongada da arquitetura usada pelo Kwid
Detalhe do Nissan Magnite ainda como um conceito

Detalhe do Nissan Magnite ainda como um conceito | Imagem: Divulgação

A Nissan vem aos poucos revelando alguns detalhes do Magnite, novo SUV da marca que atuará abaixo do Kicks na linha de utilitários esportivos da empresa. Em julho, a Nissan revelou as projeções do conceito Magnite. Segundo a própria marca, o produto final será bem similar ao visto nas imagens, descartando apenas os pneus de visual agressivo e as rodas grandes.

Agora, a Nissan divulgou mais projeções para o novo Magnite, mas exibindo o interior do SUV desta vez. É possível notar que o painel do carro terá várias camadas diferentes de texturas, incluindo materiais imitando o aspecto de alumínio escovado para conferir um aspecto mais premium ao pequeno utilitário esportivo.

Imagem antecipando o painel e mais detalhes da parte interna do Nissan Magnite
Imagem antecipando o painel e mais detalhes da parte interna do Nissan Magnite
Imagem: Divulgação

Por sua vez, o console central e a porção mais inferior do painel já remetem ao visto na Renault Triber, minivan que usa uma variante alongada da plataforma do Kwid e que servirá de base também para o Nissan Magnite. Outros elementos marcantes da cabine exibida na projeção são a grande tela da central multimídia com 8 polegadas.

Entre os equipamentos que podem ser vistos nas imagens estão itens como ar-condicionado automático, chave presencial com partida por botão, espelhos externos com regulagem elétrica e saídas de ar-condicionado para o banco traseiro. A Nissan também já afirmou que o Magnite poderá ser equipado ainda com câmeras de visão 360 graus e piloto automático.

Detalhe da cabine do Nissan Magnite
Detalhe da cabine do Nissan Magnite
Imagem: Divulgação

A expectativa é a de que a Nissan apresente o seu novo SUV compacto a partir de janeiro do ano que vem na Índia. Utilizando a arquitetura CMF-A+ da Renault Triber e que em breve também será a base do SUV do Kwid, o Renault Kiger, é esperado que o Magnite tenha opções de motorização muito similares ao que é visto na minivan.

A oferta de propulsores ainda não foi confirmada, mas especula-se o uso do 1.0 tricilíndrico do Kwid, seja com aspiração natural ou turbo, entregando respectivamente 72 cv ou 95 cv de potência. O câmbio de série deve ser manual de cinco marchas, sendo um automatizado com o mesmo número de relações oferecido como opcional. Uma transmissão automática CVT também pode aparecer como equipamento extra para o motor turbinado.

Detalhe do Nissan Magnite ainda como um conceito
Detalhe do Nissan Magnite ainda como um conceito
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!