Nova Montana apostará em baixo consumo e bom desempenho para enfrentar Oroch e Toro

Chevrolet confirma presença de motor turbo na picape, além de opção manual
Nova geração da Chevrolet Montana está em fase final de desenvolvimento

Nova geração da Chevrolet Montana está em fase final de desenvolvimento | Imagem: Divulgação

Dando continuidade à sua campanha de divulgação da nova Montana, a Chevrolet revelou nesta terça-feira (2) mais detalhes sobre o projeto, que está em sua fase final de desenvolvimento e fará sua estreia definitiva no mercado em 2023. 

Por meio de um novo capítulo da websérie criada para apresentar a nova Montana, a Chevrolet confirmou que a picape contará com motorização turbo e também será comercializada com opções de câmbio manual ou automático. 

Segundo a Chevrolet, a nova Montana “vai ter uma relação entre aceleração e consumo superior à média do segmento, vazia ou carregada”. 

A marca norte-americana acrescenta que a Montana “será, entre as picapes automáticas, a campeã em economia de combustível”, um argumento importante e cada vez mais valorizado pelos consumidores. 

Eficiência

Em sua configuração manual, por sua vez, a Chevrolet pontua que a nova Montana vai entregar “os melhores resultados da categoria na medição de 0 a 100 km/h. E sempre com muito silêncio a bordo”. 

Portanto, fica claro que a futura representante da Chevrolet no segmento de picapes intermediárias vai apostar na eficiência elevada para se destacar frente a modelos como Fiat Toro e Renault Oroch. 

Por fim, a Chevrolet acrescenta que a nova Montana contará com sistema de conectividade que será capaz de receber atualizações remotas de software inerentes à arquitetura eletrônica do modelo e de aplicativos nativos da central multimídia. 

Além disso, o motor turbo presente na picape contará com uma central eletrônica avançada que permite até 3 vezes mais variáveis de calibração do que o observado em picapes da geração anterior.