A GM anunciou nesta sexta-feira (11) um comunicado bem relevante em especial para nós, brasileiros, e demais consumidores de países emergentes ao redor do mundo.

O presidente global da fabricante, Mark Reuss, confirmou que a partir deste ano a empresa iniciará o lançamento em diversos mercados de “uma nova família global de veículos de alto volume”. Nas entrelinhas, o executivo faz menção aos sucessores, aqui no Brasil, do Onix, Prisma, entre outros modelos muito procurados pelos brasileiros.

Esse novos modelos são resultantes de um esforço global da companhia, envolvendo também suas operações na China, e “vão otimizar o complexo portfólio atual e contribuir para que a GM expanda seus negócios em mercados considerados estratégicos”. O comunicado da empresa continua e explica que “até 2020, estes novos produtos vão representar um em cada dez automóveis vendidos pela GM no mundo. Até 2023, esta proporção subirá para um em cada cinco veículos comercializados, sendo 75% do volume total da companhia na América do Sul e 20% na China”.

De acordo com a GM, essa “nova família global de veículos de alto volume” vai contemplas sedans e SUVs para as marcas Chevrolet e Buick de acordo com a presença de cada uma em diferentes mercados.

Um trecho muito revelador da mensagem da GM declara que “o primeiro modelo a ser revelado é um Chevrolet projetado para atender as peculiaridades do consumidor na China, atualmente o maior mercado em volume para a GM. O evento de apresentação acontece em março naquele país”. Tudo leva a crer, por informações que começaram a circular no país asiático, que esse modelo é a nova geração do Prisma para o mercado brasileiro. Clique na foto principal e confira projeções do designer Kleber Silva antecipando o que podemos esperar tanto do novo Prisma bem como do Onix em sua segunda geração. 

Para os primeiros 13 meses de produção, a GM promete lançar cinco tipos de carrocerias com oito variações regionais, o que sinaliza que a empresa vai adotar um ritmo bem acelerado para sua renovação de gama, incluindo também o mercado brasileiro. Além dos já citados Onix e Prisma, podemos esperar pelo sucessor do Tracker entre os SUVs compactos, a criação de um modelo de porte médio para enfrentar o Jeep Compass, entre outras novidades com a chancela da marca Chevrolet no Brasil . 

“A GM está empenhada em oferecer os produtos certos nos mercados certos a fim de maximizar o retorno de seus investimentos. Modelos desta nova família de veículos vão chegar posteriormente a 40 diferentes países, entre eles da América do Sul e México, regiões onde a marca Chevrolet é líder de vendas há anos”, explica a marca em comunicado.

“Os novos modelos vão oferecer visual atrativo, elevada eficiência energética e excelente dirigibilidade, além das mais avançadas tecnologias de conectividade e segurança, muitas delas inéditas em seus respectivos segmentos”, antecipa Reuss.

O que já sabemos é que, aqui no Brasil, os modelos derivados dessa nova família global terão como opção um inédito motor dentro da gama Chevrolet nacional, no caso o 1.0 com turbo e injeção direta de combustível, bem como os modelos deverão contar com diferenciais como o serviço de telemática OnStar já aplicado nos modelos vendidos aqui e a inclusão de recursos como o sistema de conectividade 4G embarcado nos veículos.

Com essas melhorias em seu portfólio nacional, a GM certamente deverá aprimorar ainda mais seus números de venda e terá uma linha muito mais competitiva. Vamos aguardar pela estreia desses novos modelos.

 

 

Teaser do SUV derivado da nova família global da GM, que, aqui no Brasil, deverá ser o sucessor do Tracker
Teaser do SUV derivado da nova família global da GM, que, aqui no Brasil, deverá ser o sucessor do Tracker
Imagem: Divulgação

 

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/