Novo Classe A pode ser montado em MG

Hatch da Mercedes-Benz e derivados deverão equilibrar valores pagos com impostos de importação pela marca

Mercedes-Benz Classe A | Imagem: Ricardo Meier

Parece que, com a definição do novo regime automotivo brasileiro, as marcas chamadas "premium" começaram a mover suas peças e a movimentar o jogo no tabuleiro. Pelo menos é o que deu a entender uma fonte ligada a Mercedes-Benz ouvida.

De acordo com o site, na antiga fábrica onde era montado o cupê CLC e o Classe A em sua fase “monovolume”, deverá entrar em produção não só o novo hatch apresentado no Salão de Genebra de 2012, como também um cupê de quatro portas médio, uma shooting break (perua com apelo esportivo) e um crossover compacto.

Veja também: A hora e a vez dos hatches de luxo

O objetivo é equilibrar os valores pagos com os impostos de importação dos veículos de maior porte da marca, com a nacionalização da família de compactos (médios para os nossos padrões). Como já foi anunciado, o hatch deve chegar já em 2013 com preços entre R$ 90 mil e R$ 120 mil e provavelmente será oferecido no mercado brasileiro com motores com potência entre 156 cv e 211 cv, assim como seus rivais BMW Série 1 e Audi A3.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!