Novo Malibu terá reestilização em 2013

Em sua estreia, sedã da Chevrolet não tem vendido bem nos Estados Unidos

Chevrolet Malibu 2013 | Imagem: divulgação

Mais moderno e atraente que a versão anterior (e que era vendida no Brasil até pouco tempo atrás), o novo Malibu prometia muito, mas ao menos nos Estados Unidos o sedã decepcionou - não apareceu nem entre os 20 veículos mais vendidos em novembro.

O começo lento motivou a General Motors a promover uma reestilização precoce no modelo, segundo o jornal Automotive News. "A mudança deve acontecer até o final de 2013" revelou Dan Akerson.

Veja mais: Honda Civic muda depois de um ano nos EUA

As novidades devem se resumir a uma nova frente e alguns detalhes menores, numa tentativa de relançá-lo. Atitude semelhante tomou a Honda com o Civic, que foi mostrado com cara nova no Salão de Los Angeles, cerca de um ano depois do lançamento original.

No Brasil, o Malibu tem carreira discreta. No ano do seu lançamento, em 2010, foram 1.400 carros emplacados em nove meses de atuação. No ano seguinte, o sedã repetiu o mesmo volume, mas num período maior. Em 2012, com a saída de linha da atual geração, apenas 84 exemplares foram comercializados - o rival direto Fusion, por exemplo, teve 5,4 mil unidades vendidas mesmo num ano em que passa por uma troca de gerações também.

Depois de ser mostrado no Salão do Automóvel, a vinda da nova geração do Malibu é aguardada para 2013, mas com essa nova situação e os limites de importação instituídos pelo Inovar Auto, talvez essa data seja postergada.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!