Oficial: organizadores cancelam o Salão do Automóvel de São Paulo neste ano

Associação dos fabricantes e os organizadores da mostra se posicionaram sobre o assunto nesta sexta-feira
Salão do Automóvel 2018: mais público, menos marcas

Salão do Automóvel 2018: mais público, menos marcas | Imagem: Divulgação

A ANFAVEA, associação que reúne os fabricantes de veículos automotores instalados no Brasil, e a REED Exhibitions, empresa responsável pela organização do Salão do Automóvel de São Paulo, confirmaram nesta sexta-feira (6) que a edição deste ano do evento está cancelada. O assunto foi um dos temas relevantes ao longo da semana.

Em nota para a imprensa, Luiz Carlos Moraes, presidente da Anfavea, declarou que “o Salão do Automóvel é um evento que precisa evoluir e refletir o momento de disrupção tecnológica que nossa indústria está vivendo. Em conjunto com a REED, tomamos a decisão de adiar a edição do Salão de 2020 para reduzir custos e termos tempo de avaliar novos formatos. A revisão do Salão não é um movimento local, está acontecendo em todos os países do mundo e pelos mesmos motivos”.

A REED e a ANFAVEA declaram que o Salão que ocorreria neste ano será postergado para 2021, ainda sem apresentar uma data mais específica.

O presidente da REED Exhibitions Alcantara Machado, Cláudio Della Nina, acrescenta que a empresa “possui o grande desafio de propor um novo Salão do Automóvel alinhado com as expectativas do público visitante e com a nova realidade das montadoras. Estamos focados na solução deste desafio e comprometidos com a entrega da melhor edição do Salão do Automóvel em 2021”.

A CAOA Chery foi uma das poucas marcas que apresentou novidades mais acessíveis
Estande da CAOA Chery no Salão de São Paulo 2018
Imagem: Divulgação