Que a central multimídia tornou-se um equipamento fundamental em qualquer carro moderno, desde os compactos mais acessíveis até modelos de luxo, isso certamente pouca gente duvida.

A grande pergunta que permeia as fabricantes hoje em dia são os caminhos que o aparelho vai seguir no futuro.

Além de agrupar funções de infoentretenimento, as centrais multimídia mais modernas praticamente substituem o console dos carros, sendo as responsáveis também por abrigar os ajustes do sistema de climatização e demais funcionalidades do veículo.

Pegando carona nessa tendência, a BMW revelou nesta terça-feira (28) como vislumbra a central multimídia para seu modelos a partir da próxima década.

Para a BMW, como caberá à central multimídia reunir em um futuro próximo tudo o que se deseja operar no veículo, a marca vislumbra que o aparelho se tornará cada vez mais relevante no painel, a ponto de sua tela cobrar quase todo o campo de visão de motorista e passageiros. Como é possível ver nas imagens, o futuro carro conceito iNEXT, uma espécie de porta-voz do que poderemos esperar nos carros da BMW em termos de tecnologia, a central multimídia se tornará tão grande que a tela até mesmo se tornará curva para facilitar a visualização das informações.

De acordo com a BMW, “com a tela curva direcionada ao motorista, o novo display digital mescla informações e áreas de exibição de modo a otimizar a visualização dos dados e o controle intuitivo por meio dos toques. O display é extensivamente personalizável e cria um ambiente ergonomicamente confortável e de grande amplitude. Com suporte de magnésio, tela antireflexo e extremamente fino, o novo display curvo da BMW representa um passo em direção ao futuro da tecnologia embarcada nos modelos da fabricante alemã”.

A novidade na gama BMW torna-se uma resposta mais arrojada frente à rival Mercedes-Benz, que oferece sua central multimídia MBUX em várias combinações de telas dependendo dos modelos e versões, mesclando displays digitais para o painel de instrumentos com outros dedicados apenas para informações do veículo. É certo que os controles por voz cada vez mais aprimorados também deverão figurar nas centrais multimídia do futuro.

Ao que tudo indica, cada vez mais na medida em que avançamos para o futuro os carros deixarão de oferecer botões e teclas físicas, com os comandos por voz e telas digitais prevalecendo. Tudo isso poderá favorecer a segurança, uma vez que os motoristas não precisarão tirar as mãos do volante ou se distrair para acionar alguma função enquanto estão no controle do carro. Além disso, as telas darão mais flexibilidade para as equipes de design prepararem cabines mais inovadoras e lidar de uma forma ainda melhor com a questão da ergonomia e conforto a bordo.

 

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/