O segmento de carros mais popular do Brasil ganhou em quatro anos nada menos que seis novidades, muitas delas com potencial de vendas muito grande. Mas nem assim conseguiram abalar a liderança do Onix, não só o hatch compacto mais popular do país como o carro mais vendido do mercado há anos.

Curiosamente, esses seis modelos (novo Ka, Polo, Argo, Mobi, 208 e Yaris) acumulam em 2018 mais de um terço das vendas dessa categoria, um sinal de que em geral agradaram. O problema é que o Chevrolet segue com praticamente a mesma participação de mercado, em torno de 20%.

O fenômeno, no entanto, é geral: praticamente nenhuma das principais categorias têm algum tipo de revezamento na liderança e em várias o carro mais vendido demonstra enorme margem para os demais.

Difícil apontar apenas um motivo para essa aparente letargia do consumidor que acaba sendo fiel a produtos já consagrados. Pode envolver desde fatores como a insegurança da economia (quando optamos por escolhas menos arriscadas) como estratégias mais agressivas por parte das montadoras para manter um alto volume de vendas (leia-se focar também nas vendas corporativas). É claro que em boa parte desses casos o modelo líder é a síntese do que o púbico procura – mesmo que às vezes ele nem seja o melhor tecnicamente.

E nem sempre uma enxurrada de lançamentos consegue abalar essa hegemonia, como mostra o Onix. Hoje os dois únicos segmentos que podem ver uma virada é o de sedãs compactos, que conta com novos veículos, e o de SUVs compactos, o mais quente do mercado. Ainda assim nada garante que isso ocorrerá porque basta alguma ação promocional para recuperar alguma margem.

Veja abaixo a situação das principais categorias:

Picapes compactas – Fiat Strada 54,1% (+5,2%)

A Strada é hoje a líder que mais ampliou sua liderança em 2018. A picape da Fiat é a única sobrevivente da família Palio que manteve uma boa clientela. Este ano, inclusive, ela ampliou sua liderança em mais de 5%. Como sua sucessora só deve aparecer daqui um bom tempo, ela parece imbatível.

Familiares compactos – Honda Fit 49,6% (+4,3%)

Não há dúvida que o Fit é um carro único no mercado. Com sua versatilidade e confiabilidade, o Honda tem uma clientela cativa que este ano até cresceu quase 4,5%. A única ameaça é a minivan Spin, recentemente renovada, mas é pouco provável que ela o supere.

Hatches médios - Chevrolet Cruze Sport6 38,6% (+0,8%)

Num sgemento esvaziado, o Cruze se sobressai com quase 40% das vendas, margem que aumentou ligeiramente em 2018 mesmo com concorrentes fortes como o Golf e o Focus. Aqui o problema é outro: a queda geral nas vendas do segmento, cada vez menos atraente ao público.

SUVs grandes – Toyota SW4 53,1% (+0,8%)

Versão “fechada” da picape Hilux, a SW4 é um fenômeno. Mesmo disputando clientes com modelos bem mais modernos e luxuosos, a Toyota tem mais da metade do mercado e que foi ampliado em 2018. A imagem da marca tem peso nessa decisão de compra.

Sedãs de luxo – Mercedes-Benz Classe C 30,1% (+0,1%)

O Classe C tem um concorrente duro no mexicano Fusion, mas já faz um bom tempo que nem assim o Ford tem conseguido retomar a primeira colocação. A Mercedes-Benz manteve a mesma participação de 2017 até aqui, de pouco mais de 30% do mercado de sedãs de luxo.

Hatches compactos – Chevrolet Onix 21,9% (-0,2%)

Para uma categoria com inúmeros concorrentes e muitas novidades, a perda de apenas 0,2 ponto percentual do Onix é uma vitória. Ainda mais se pensarmos que o Chevrolet quase o mesmo que a soma do 2º e 3º colocados.

SUVs médios – Jeep Compass 44,9% (-1,5%)

É verdade que o Compass é um sucesso absoluto, talvez o mais impressionante no Brasil. Mas também é verídico que ele transita entre duas categorias: é um pouco maior que os SUVs compactos mas não chega a ter o porte dos SUVs médios. Nada disso tira o mérito de um projeto que soube agradar o consumidor com estilo e bons equipamentos além de uma gama bem extensa.

Picapes médias – Toyota Hilux 29,8% (-1,8%)

Não é à toa que a Toyota tenha mexido no visual da Hilux. Embora seja líder desde 2016 (desbancando a então imbatível S10), a picape perdeu um pouco de espaço para a rival da Chevrolet que até liderou alguns meses. Apesar da proximidade, é pouco provável que a Toyota vá dar chance à S10 de retomar o primeiro lugar.

SUVs compactos – Honda HR-V 15,9% (-3%)

É hoje o líder mais ameaçado. Além de ter ganhado vários concorrentes o Honda está sendo acossado pelo seu rival tradicional, o Renegade que se aproximou rapidamente nos últimos meses. Kicks e Creta estão por perto revelando um raro equilíbrio no mercado.

Sedãs médios – Toyota Corolla 42,7% (-3%)

O Corolla, rei dos sedãs, anda perdendo espaço para os SUVs mas também para seus concorrentes diretos, o Civic e o Cruze. Este ano o Honda tem quase 20% das vendas contra 18% em 2017 enquanto o Chevrolet abocanhou 14,5% das vendas, mais de um ponto percentual que no ano passado. Com isso o Toyota encolheu 3%, mas segue inalcançável na liderança.

Sedãs compactos – Chevrolet Prisma 18,2% (-3,6%)

Ao contrário do Onix, o sedã Prisma sentiu o baque de uma nova safra de concorrentes. Cronos, Yaris Sedã e sobretudo o Virtus chegaram bem ao segmento e hoje o Chevrolet amarga a maior queda entre os líderes – 3,6%. Mesmo assim, a distância para o VW no acumulado do ano é tão grande que a chance de perder a coroa é mínima. Já em 2019 quem sabe...

* Dados de janeiro a julho de 2018 comparados aos 12 meses de 2017

 
 
Chevrolet Cruze Sport6 2017
 
Chevrolet Cruze Sport6 2017
Chevrolet Cruze Sport6 2017
Honda HR-V 2017
 
Honda HR-V 2017
Honda HR-V 2017
Mercedes-Benz Classe C 2018
 
Mercedes-Benz Classe C 2018
Mercedes-Benz Classe C 2018
Toyota SW4 2017
 
Toyota SW4 2017
Toyota SW4 2017
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
Jeep Compass 2018
 
Jeep Compass 2018
Jeep Compass 2018
Chevrolet Prisma 2018
 
Chevrolet Prisma 2018
Chevrolet Prisma 2018
Chevrolet Onix 2019
 
Chevrolet Onix 2019
Chevrolet Onix 2019
O Corolla Altis indiano, o mais caro da lista
 
O Corolla Altis indiano, o mais caro da lista
O Corolla Altis indiano, o mais caro da lista
Fiat Strada 2019
 
Fiat Strada 2019
Fiat Strada 2019
Toyota Hilux 2019
 
Toyota Hilux 2019
Toyota Hilux 2019
Lideres do mercado brasileiro: superá-los é uma tarefa bem difícl
 
Lideres do mercado brasileiro: superá-los é uma tarefa bem difícl
Lideres do mercado brasileiro: superá-los é uma tarefa bem difícl
 
 
Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/