Por uma ausência das principais fabricantes instaladas no Brasil em atuar no segmento de veículos 7 lugares com preço mais acessível, o Chevrolet Spin hoje reina sozinho como uma opção para famílias maiores ou quem trabalha com transporte e precisa de um modelo mais espaçoso. Houve um tempo em que a Nissan ainda julgava o segmento interessante com sua Grand Livina, mas o modelo saiu de linha em 2014. Quem ainda é fã das minivans pode encontrar na JAC J6 (R$ 68.990) uma alternativa, porém ela só conta com câmbio manual. Um Fiat Doblò seria mais uma opção, mas pagar R$ 87.190 na multivan em sua versão Essence 7 lugares manual não é nada convidativo. 

Se um Doblò chega a custar tudo isso, o Chevrolet Spin em sua nova versão topo de linha Activ7 nos permite dizer que ele ostenta um custo-benefício aceitável com seu valor sugerido de R$ 83.490. Esse valor lhe dá direito aos “obrigatórios” ar-condicionado, direção elétrica e trio elétrico. No caso da Spin Activ7, o pacote de itens de série também contempla o sensor de estacionamento traseiro, acendimento automático dos faróis e sensor de chuva. Em sua versão mais cara, a minivan ainda conta com câmera de ré em conjunto com a central multimídia, a qual pode espelhar smartphones por meio do Apple CarPlay e do Android Auto.

O ponto muito importante no caso do Spin Activ7, até mesmo em relação ao veterano Doblò, é que só no Chevrolet você vai encontrar um modelo com três fileiras de assentos e câmbio automático por menos de R$ 100.000. É fato que o motor 1.8 presente na minivan já está fazendo hora extra há um bom tempo, porém a GM adianta que o conjunto mecânico foi “refinado” para a linha 2019 com o objetivo de entregar um “funcionamento suave”, nas palavras da montadora. 

De qualquer forma, temos a disposição no Spin Activ7 até 111 cv de potência e 17,7 kgfm de torque, sendo que o motor na versão aventureira trabalha apenas com o câmbio automático de 6 marchas. Segundo dados da GM, o Spin Activ7 cumpre a prova de 0 a 100 km/h em 11,3 segundos e as médias de consumo ficam em 10,3 km/l na cidade e até 12 km/l na estrada com gasolina. Apenas como uma referência, uma aceleração mais próxima dos 10 segundos nos mostra que o carro tem um fôlego mais interessante, é bom que se diga. 

Os números na pista nos confirmam uma sensação também sentida ao volante do Spin Activ7: falta um pouco mais de vigor nas respostas, algo que um propulsor com um pouco mais de torque poderia resolver. Atualmente motores com deslocamentos bem menores do que o 1.8 do Spin, como é o caso do 1.0 TSI presente na dupla VW Polo e Virtus, por exemplo, entregam até 20,4 kgfm de torque graças ao turbo e ainjeção direta. O consumo do Spin, contudo, não deixa de ser aceitável mesmo com as limitações que seu motor apresenta. O ajuste fino promovido na transmissão também é notado no Spin 2019 e, como a Chevrolet divulga, de fato as mudanças de marchas mostram-se mais suaves. 

Dinamicamente o Spin Activ7 está apoiado em bonitas rodas de liga leve aro 16” com pneus de uso misto e a suspensão também foi retrabalhada para aprimorar o conforto e o comportamento dinâmico. Para um modelo de apelo claramente familiar, o Spin Activ7 convence. Sua direção oferece respostas condizentes essa proposta, mas para facilitar nas manobras o modelo ainda poderia melhorar seu diâmetro de giro. Durante nossa avaliação também notamos que o pedal de freio precisa ser pressionado fortemente em situações que pedem uma parada rápida do carro. Um pouco mais de sensibilidade ao pedal cairia bem.

A ótima sacada do time de engenharia da GM foi colocar um sistema de ajuste longitudinal para a segunda fileira de bancos, que pode ser deslocada 50 mm para a frente, liberando mais área para cargas no porta-malas, ou 60 mm para trás, permitindo que os passageiros ali instalados contem com mais espaço para as pernas.

Como convém a um modelo com a proposta da Spin, o porta-malas é um de seus pontos fortes. No caso da versão Activ7 avaliada aqui, o volume com a terceira fileira de assentos recolhida é de 553 litros, o que já é bem suficiente para atender uma família. Uma pena que os bancos ficam dobrados dentro do compartimento. A extinta Zafira contava com um sistema bem melhor, no qual a terceira fileira de assentos ficava embutida no assoalho e não comprometia o espaço para cargas. Com 7 pessoas a bordo da Spin Activ7, você ainda vai encontrar 162 litros atrás dos ocupantes para colocar algumas sacolas ou mochilas.

Falar em design é sempre algo subjetivo, mas dificilmente alguém não vai aprovar as evoluções que estreiam na Spin 2019. Mesmo a opção aventureira Activ7 avaliada aqui traz agora soluções estéticas bem mais agradáveis ao olhar. O estepe saiu da tampa traseira e foi para baixo do carro, enquanto os para-choques e apliques laterais são de bom gosto e conferem ao monovolume a robustez desejada nessa versão.

Nos moldes do que fez com o Cobalt lá pelos idos de 2015, a GM foi bem além de um mero facelit no Spin 2019. Todo o conjunto dianteiro é novo. O capô é uma peça nova e está mais inclinado, formando um bom conjunto com a nova grade dianteira. Os faróis afilados, que contam com iluminação diurna por LED na versão avaliada aqui, finalmente trouxeram mais elegância e esportividade para o Spin. O novo para-choque arremata o conjunto. De olho na segurança, os para-lamas têm novo visual e receberam repetidores das luzes de direção.  

Na parte traseira, por sua vez, notamos mais um investimento profundo da GM. A tampa do porta-malas é nova e simula um pequeno aerofólio na parte superior. A mudança também foi necessária para acomodar as novas lanternas, que passam a adotar um formato horizontal.

Por dentro, o Spin 2019 trouxe melhoras pontuais. O painel de instrumentos passa a ser bem semelhante com o visto no Tracker, enquanto as saídas do ar-condicionado, porta-luvas, moldura da central multimídia e comandos como o dos vidros, travas e retrovisores elétricos foram atualizados. O revestimento de couro nos bancos, como é caso do Spin Activ7, apresentam uma nova tonalidade acastanhada de bom gosto.

Como foi possível concluir de tudo que foi escrito sobre o Spin 2019 até aqui, é nítido que o modelo evoluiu consideravelmente, mas ainda não esconde pontos que só uma nova geração poderia sanar como a chegada de um conjunto mecânico mais moderno à minivan.

Com a escassez de opções de automóveis familiares, sobretudo com 7 lugares até o teto de R$ 100.000, é certo que o Chevrolet Spin ainda tem muito fôlego para esse tipo de perfil de consumidor. A fabricante até busca, sobretudo com as versões Activ de 5 e 7 lugares, convencer os potenciais clientes de SUVs na mesma faixa de preço a colocar a minivan como uma opção devido ao seu amplo espaço interno e o porte do modelo.

Se você não tem muita necessidade de um porta-malas enorme ou levar 7 pessoas, contudo, você acha opções bem mais modernas no mercado, seja olhando para o segmento de SUVs ou até mesmo sedãs compactos como o Volkswagen Virtus, que acomoda 5 pessoas com muito conforto e leva até 521 litros de bagagem. Mas se a ideia a família cresceu demais e você não quer comprometer o orçamento, então a Spin desponta como a opção mais competente no momento. 

 
 
Chevrolet Spin 2019
 
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
 
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
 
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
 
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
 
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
 
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
 
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
 
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
 
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
 
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
 
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
 
Chevrolet Spin 2019
Chevrolet Spin 2019
 
 

Ficha técnica

Chevrolet Spin 2019 Activ7 1.8 8V flex automático 4p
Preço R$ 83.490 (07/2018)
Categoria Familiar compacto
Vendas em 2017 24.716 unidades
Motor 4 cilindros, 1796 cm³
Potência 106 cv a 5200 rpm (gasolina)
Torque 16,8 kgfm a 2800 rpm
Dimensões Comprimento 4,415 m, largura 1,764 m, altura 1,689 m, entreeixos 2,62 m
Peso em ordem de marcha 1275 kg
Tanque de combustível 53 litros
Porta-malas 553 litros
Veja ficha completa

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/