Renegade e Compass híbridos no Brasil? Jeep considera outro caminho...

FCA (Fiat-Chrysler), controladora da marca, usa feira de produtos de tecnologia nos EUA para apresentar mais detalhes sobre seus SUVs eletrificados
Acima o Jeep Compass Plug-in Hybrid revelado na Europa

Acima o Jeep Compass Plug-in Hybrid revelado na Europa | Imagem: Divulgação

Após já ter se comprometido a apresentar 30 modelos eletrificados até 2022, contando híbridos e modelos 100% elétricos, a Fiat-Chrysler (FCA) usou a CES como palco para uma confirmação: os três modelos que estrearão o suporte à propulsão alternativa na Jeep serão Wrangler, Compass e Renegade. A CES é uma feira de tecnologias voltadas ao consumidor que ocorrerá em Las Vegas (EUA).

Todos os veículos eletrificados da Jeep terão o novo emblema “Jeep 4xe”. Segundo a marca, a eletrificação irá modernizar a Jeep, que tem como um de seus objetivos “se tornar líder em tecnologia ‘verde’ premium eco-friendly”.

A marca afirmou ainda em comunicado oficial que seus produtos “serão os mais eficientes e responsáveis veículos Jeep”, sem deixar de lado a experiência ao ar livre ligada aos modelos off-road da marca. A introdução do conjunto eletrificado, no entanto, não deve interferir elementos como desempenho, capacidade 4x4 e confiança do motorista.

Em entrevista no final do ano passado, o presidente global da Jeep, Christian Meunier, afirmou que “nem todos os V8 do mundo unidos conseguem superar a aceleração e o torque de um motor elétrico. Creio que a eletrificação seja vantajosa no off-road”. A FCA afirmou que as três novidades eletrificadas da Jeep estrearão ainda em 2020, sendo que mais informações serão divulgadas durante o Salão de Genebra (Suiça), que acontece em março. 

Procurada pelo Autoo, a Fiat Chrysler explicou que as variantes híbridas de Renegade, Compass e Wrangler não estão nos planos da companhia, no momento, para o mercado brasileiro. O foco da fabricante por aqui será obter o máximo de eficiência com o uso de etanol, priorizando as vantagens que ele entrega em relação aos combustíveis de origem fóssil. O etanol, por exemplo, é um combustível considerado extremamente "limpo" quando levado em conta o fato de que a cana-de-açúcar, antes de ser colhida e processada, ajuda a retirar parte dos gases poluentes da atmosfera. A FCA, inclusive, já apresentou o conceito de um propulsor que aceita apenas etanol e deriva da nova família Firefly Turbo, a qual começará a figurar nos carros nacionais do conglomerado a partir de 2021. Segundo a Fiat Chrysler, a eletrificação de modelos como os Jeep Compass, Renegade e Wrangler será destinada a outras regiões do mundo. 

Acima o logotipo inédito que vai identificar os modelos eletrificados da Jeep
Acima o logotipo inédito que vai identificar os modelos eletrificados da Jeep
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!