SUVs até R$ 130 mil: Renegade Sport 2022 surge como a escolha mais completa entre os rivais

Atual SUV compacto mais vendido no Brasil, modelo da Jeep traz um bom conjunto em sua versão de entrada
Jeep Renegade 2022

Jeep Renegade 2022 | Imagem: Divulgação

Modelo que ocupa a liderança em vendas não só em seu segmento específico, bem como entre todos os SUVs oferecidos no Brasil, é sempre importante ficarmos atentos às movimentações do Jeep Renegade no mercado, uma vez que elas podem mexer não só com as escolhas dos consumidores, bem como na estratégia das marcas concorrentes. 

Um fato que chama a atenção na nova linha 2022 do Renegade é a sua boa composição de gama (mais enxuta), aliada à escolha correta de itens de série e precificação dos quatro catálogos oferecidos. 

Olhando para a faixa de entrada do segmento, portanto versões de até R$ 130 mil, é inegável que o Renegade Sport 2022 (R$ 123.990) destaca-se frente aos demais SUVs compactos mais vendidos. 

No caso do Chevrolet Tracker e do Volkswagen T-Cross, a dupla até conta com opções mais acessíveis e de alto apelo comercial, no caso a automática turbo (R$ 114.020) na linha Tracker e a Sense 200 TSI (R$ 108.890) no portfólio do T-Cross. Entretanto, ambas foram concebidas para atender majoritariamente clientes que adquirirem SUVs na modalidade de venda direta (PcD, frotistas, entre outros), portanto elas devem muito em termos de equipamentos. 

No caso do T-Cross Sense, por exemplo, sequer encontramos algum tipo de sistema de som, bem como rodas de liga leve, entre outros itens. 

Encostando nos R$ 130 mil, o T-Cross 200 TSI (R$ 130.850), bem como o Tracker LTZ (R$ 128.610), contam com um pacote de itens de série bem mais robusto, inclusive com alguns assistentes de condução. 

Motorização

O “pulo do gato” no caso do Renegade Sport 2022 reside na motorização 1.3 turbo com injeção direta, que chegou ao catálogo do Jeep a partir deste ano. 

Além de competitivo no preço, o Renegade Sport T270 conta com até 185 cv e 27,5 kgfm de torque, números que tanto o T-Cross 200 TSI bem como o Tracker LTZ estão longe de alcançar. Nas duas configurações, tanto o VW quanto o Chevrolet contam com propulsores 1.0 sobrealimentados capazes de entregar até 128 e 116 cv, respectivamente.  

Graças ao 1.3 GSE, o Renegade Sport se sobressai em desempenho, cumprindo a aceleração de 0 a 100 km/h em rápidos 8,7 segundos, quase 2 segundos mais rápido do que alguns concorrentes diretos. 

O importante é que a agilidade do Renegade Sport está em linha com o compromisso de oferecer consumo de combustível moderado. Com médias oficiais de 11 km/l na cidade e 12,8 km/l na estrada quando abastecido com gasolina, o Renegade Sport aproxima-se dos números observados nos demais SUVs compactos de entrada. 

Enquanto o T-Cross 200 TSI 2022 sai de fábrica com o alerta de colisão com frenagem autônoma de emergência e o piloto automático adaptativo como seus itens de tecnologia mais avançados, o Renegade Sport, mais barato e com nível de eficiência superior, também é equipado com o sistema de frenagem automática. 

O Jeep pode não contar com o piloto automático adaptativo na versão Sport, porém traz o reforço do assistente de permanência em faixa, detector de fadiga e o leitor de placas de velocidade. 

Quando falamos de nível de equipamentos, outro SUV compacto de destaque em nosso mercado, no caso o Hyundai Creta, deixa a desejar na opção Comfort (R$ 117.690). 

A nova geração do Creta em sua configuração de entrada também traz sob o capô um interessante motor 1.0 turbo com injeção direta, porém ele está longe de oferecer a mesma vitalidade nas respostas do Renegade 1.3 turbo.

Além disso, o Creta Comfort não conta com nenhum assistente de condução, trazendo apenas os itens de conforto e comodidade essenciais dentro da categoria. 

Onde poderia melhorar

É necessário colocar em perspectiva que o Renegade está longe de oferecer o mesmo nível de espaço interno, em especial para os passageiros na segunda fileira de assentos, que encontramos em um T-Cross ou um Tracker, bem como o porta-malas do Jeep está longe da capacidade que o Hyundai Creta com seus mais de 420 litros é capaz de oferecer. Logo, esses quesitos precisam ser levados em conta de acordo com as necessidades de cada um. 

Em resumo, segundo foi possível analisarmos até aqui, é fato que quem não deseja ultrapassar a faixa de R$ 130 mil na escolha do seu próximo SUV terá uma tarefa árdua para encontrar um modelo capaz de conciliar tão bem eficiência mecânica, preço e nível de equipamentos quanto o Renegade Sport atual. Uma estratégia muito acertada da Jeep. 

Jeep Renegade 2022

Jeep Renegade 2022