Terceira geração do Porsche Cayenne chega ao Brasil

SUV pioneiro da marca alemã está mais esportivo e terá preços entre R$ 423 mil e R$ 733 mil
Porsche Cayenne 2019

Porsche Cayenne 2019 | Imagem: Divulgação

Apresentada em agosto do ano passado no Velho Continente, a 3ª geração do Porsche Cayenne chega ao mercado brasileiro com preços que vão de R$ 423 mil à R$ 733 mil. À primeira vista, pode não parecer, mas o SUV recebeu uma profunda revisão de design e agora divide a mesma plataforma MQB, do Volkswagen Touareg e Audi Q7.

Na traseira a maior novidade fica por conta das novas lanternas interligadas, que se assemelham com as do novo Panamera e do irmão menor Macan. Por conta da nova plataforma, o novo Cayenne ganhou cerca de 7 centímetros a mais e ficou cerca de 9 milímetros mais baixo – para reforçar sua vocação esportiva. O visual dianteiro agora aposta em faróis mais ovalados e design mais invocado, ficando muito mais próximo do clássico 911.

No quesito motorização, o utilitário esportivo conta com três opções de propulsão: a primeira da versão de entrada vem com os 3.0 litros V6 com 345 cavalos e 45,9 kgfm de torque, na versão S o modelo conta com o motor V6 2.9 litros com 446 cavalos e 56,1 kgfm de torque, e na versão mais potente, o Cayenne está equipado com o possante V8 4.0 litros com 550 cavalos e 78,5 kgfm de torque.

Todas as opções são equipadas com o câmbio automático de 8 velocidades e tração integral. As rodas do Cayenne podem ser de 20 a 21 polegadas – dependendo da versão escolhida.

Por dentro, um novo painel com direito a um cluster digital totalmente configurável de duas telas de 7 polegadas e uma central multimídia de 12,3 polegadas. Um dos itens mais interessantes nessa nova geração do Cayenne fica por conta do novo sistema de estacionamento automático que conta com uma visão em 360 graus e vistor térmico noturno.

"Estamos muito otimistas com a receptividade deste modelo também no Brasil. A nova geração do Cayenne traz muitas novidades, como motores mais fortes e mais rápidos, suspensão ainda mais equilibrada e que, ao lado de um novo chassi, irá promover uma experiência única de dirigibilidade e esportividade a bordo de um Porsche”, explicou Andreas Marquardt, diretor presidente da Porsche Brasil.

Rejeição virou adoração

Quando surgiu no início dos anos 2000, o Cayenne foi tratado como um “bastardo” da Porsche. Fãs da marca torceram o nariz para o imenso SUV com cara de Porsche, algo como pichar a imaculada imagem do 911.

Mas a rejeição inicial se transformou em adoração e logo o Cayenne passou a ser o Porsche mais vendido do mundo ampliando a presença da marca alemã no mundo. Hoje praticamente todas as fabricantes de luxo têm um SUV em seu portfólio, item obrigatório para sobreviver no mercado.

No Brasil, o Cayenne já teve momentos melhores como em 2011 quando emplacou 713 unidades ou 2013, com 621 exemplares vendidos. A chegada do Macan em 2014 tirou a liderança do Cayenne que agora vende metade do irmão menor.

 
 
Porsche Cayenne 2018
 
Porsche Cayenne 2018
Porsche Cayenne 2018
Porsche Cayenne 2018
 
Porsche Cayenne 2018
Porsche Cayenne 2018
Porsche Cayenne 2018
 
Porsche Cayenne 2018
Porsche Cayenne 2018
Porsche Cayenne 2019
 
Porsche Cayenne 2019
Porsche Cayenne 2019
Porsche Cayenne 2019
 
Porsche Cayenne 2019
Porsche Cayenne 2019
Porsche Cayenne 2019
 
Porsche Cayenne 2019
Porsche Cayenne 2019
Porsche Cayenne 2019
 
Porsche Cayenne 2019
Porsche Cayenne 2019
Porsche Cayenne 2019
 
Porsche Cayenne 2019
Porsche Cayenne 2019
 
 
Assine a newsletter semanal do AUTOO!