Toyota, enfim, lança Hilux e SW4 flex

Novos modelos com motor bicombustível geram até 163 cv com etanol

Toyota Hilux flex | Imagem: Toyota

A divisão brasileira da Toyota anunciou nesta quarta-feira (1) a chegada dos modelos Hilux e SW4 com motores flex. Parte da linha 2012, os veículos que substituem as séries com bloco movido apenas por gasolina adotam o visual repaginado estreado pelas versões a diesel, em novembro de 2011 e já disponíveis no mercado.

Segundo a montadora, o novo motor 2.7 VVT-i 16V, adaptado para o modo bicombustível, gera até 163 cv com etanol e 158 cv somente com gasolina. Já o torque máximo é de 25 kgfm, independente do combustível. Os utilitários contam com câmbio automático de 4 marchas.

A Hilux flex é oferecida em duas versões de acabamento: SR cabine dupla com tração 4x2 e SRV cabine dupla 4x4. A primeira já vem equipada de série com direção hidráulica, ar-condicionado, banco do motorista com regulagem de altura, trio elétrico, freios ABS e airbag duplo frontal. No modelo seguinte é adicionado bancos do motorista e passageiro com ajuste elétrico, A/C digital e áudio com visor LCD.

A SW4 flex, por sua vez, conta apenas com a opção SR 4x2, que contempla o mesmo nível de equipamentos e acabamento da picape bicombustível na versão de entrada.

De acordo com o plano da montadora, que fabrica os modelos na Argentina, a expectativa é vender 5.000 unidades da nova camionete flex e mais 1.200 exemplares do SUV ao final de 2012.

Tabela de preços:

Hilux SR 4x2: R$88.730
Hilux SRV 4x4: R$103.420
SW4 SR 4x2: R$114.150

Assine a newsletter semanal do AUTOO!