Quem achava os pequeninos smart simpáticos e gostaria de investir em um dos modelo da marca ainda vai ter que esperar mais um pouco.

Apesar da nova geração do subcompacto já rodar na Europa, por aqui a chegada do modelo ainda vai levar um tempo.

Procurada pelo AUTOO nesta segunda-feira (20), a Daimler, responsável pelas marcas Mercedes-Benz e a própria smart no Brasil, informou que “está analisando o mercado para definir a estratégia para essa linha de produtos no futuro”.

O cenário de instabilidade política e crise econômica sem dúvida colaborou para fazer a smart colocar o pé no freio por aqui, em especial considerando que seus modelos estão longe de obter clientes utilizando aspectos racionais (devido ao preço elevado), sendo mais produtos de “imagem”. Com as finanças contadas no momento, parece que poucos estão propensos a investir nos carros da marca.

A rede de concessionárias smart, que nunca foi muito grande, ainda está com as portas abertas prestando serviços de pós-vendas para os modelos que já circulam por aqui.

O smart começou a ser vendido por aqui em abril de 2009, onde conquistou muita repercussão graças ao tamanho compacto, ótimo para o uso urbano, e o baixo consumo. Em 2013 ele recebeu sua última novidade relevante por aqui, com a estreia da série especial Nightstyle.

Já na terceira geração (foto logo acima do texto), o smart mais recente foi introduzido no mercado europeu em 2014 mantendo a mesma proposta que consagrou o hatch. Por lá ele conta com as opções 1.0 e 0.9 turbo, além dos câmbios 5 marchas manual ou de dupla embreagem.

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/