VW Golf GTE está entre os 5 melhores híbridos que saíram de linha

Além do saudoso hatch esportivo, a lista tem SUVs e sedãs híbridos que fizeram história no Brasil
VW Golf GTE

VW Golf GTE | Imagem: Divulgação

Com a eletrificação chegando em peso ao Brasil, para a nossa realidade a tendência são os modelos híbridos flex, ou seja, aqueles que rodam com motor a combustão - a gasolina ou etanol - junto a um ou mais elétricos.

VEJA TAMBÉM:

Mas enquanto isso, fomos lá atrás e resgatamos alguns dos melhores carros híbridos que saíram de linha no Brasil e deixaram saudades. Confira a lista com  modelos que conseguem aliar bom desempenho com baixo consumo de combustível, muitas vezes até menor que de compactos 1.0 básicos.

1- Toyota Prius

Toyota Prius 2016
Toyota Prius foi o primeiro híbrido que a marca japonesa começou a vender no Brasil
Imagem: Divulgação

O Toyota Prius começou a ser vendido no Brasil em 2013 em sua 3ª geração. Importado do Japão, a quarta veio logo em 2016. Dotado de um propulsor a combustão 1.8 a gasolina de 98 cv e outro elétrico de 72 cv, o conjunto é auxiliado pelo câmbio CVT que permite uma potência combinada de 123 cv.

A economia também é representada em números no consumo energético.  De acordo com o Inmetro, são 18,9 km/l na cidade e 17 km/l na estrada (gasolina).

Apesar do visual continuar polêmico, seu ponto forte estava no conforto e nos itens de série como sete airbags, controle de estabilidade e tração, head-up display etc. Em 2021, deixou de ser importado.

2- Lexus CT200h

Lexus CT 2018
Lexus CT 200h: fabricado com a mesma base do Prius, diferencia-se por ser uma versão mais luxuosa
Imagem: Divulgação

O modelo foi lançado em 2013 no Brasil, equipado com motor híbrido, ou seja, um a combustão 1.8 de 99 cv e outro elétrico com 82 cv. Com a ajuda da transmissão CVT, juntos conseguem extrair a potência combinada de 136 cv. Aliás, essa unidade é a mesma do Prius. O consumo é o mesmo divulgado pelo Inmetro: 15,7 km/l na cidade e 14,2 km/l na estrada (gasolina).

O modelo deixou de ser importado em 2019. Era vendido em duas versões, Eco e Luxury, esta última diferenciada pela lista de equipamentos mais completa como bancos de couro perfurado, com aquecimento e regulagens elétricas, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, teto solar elétrico e faróis de Led com lavador.

3- Ford Fusion Hybrid

Ford Fusion 2019
Ford Fusion consegue aiar bom espaço, conforto, sofisticação e baixo consumo em um sedã médio
Imagem: Divulgação

Abastecido com gasolina, o Ford Fusion Hybrid faz quase 17 km/l na cidade e 15,1 km/l na estrada, segundo o Inmetro. Seu motor é um 2.0 aspirado de 143 cv e o elétrico gera 120 cv (88 kW) que juntos somam 190 cv de potência combinada. 

Além de econômico e potente, o Fusion Hybrid é completo trazendo muitos itens de segurança e luxo a bordo como oito airbags, controlador de velocidade de cruzeiro adaptativo, sistema de detecção de pedestres, assistente de mudança de faixa, cintos traseiros laterais infláveis e muito mais. A segunda e última geração do sedã da Ford foi lançada em 2013 e deixou de ser importada em 2019.

4- Volvo XC40 T5 Plug-in Hybrid

Volvo XC40 T5 R-Design Plug-in Hybrid
Volvo XC40 T5 R-Design Plug-in Hybrid é um dos melhores híbridos que jamais deveriam ter saído de linha
Imagem: Volvo XC40 T5 R-Design Plug-in Hybrid

O Volvo XC40 T5 Plug-in Hybrid chegou ao Brasil em 2020, inicialmente com o pacote único R Design. Além da usina de força tricilíndrica 1.5 turbo a gasolina, o sistema conta com uma unidade elétrica de 82 cv (262 cv de potência combinada), graças à ajuda do câmbio automático de sete marchas. Segundo a Volvo, de 0 a 100 km/h é feito em 7,3 segundos, que aliás é mais rápido que o VW Golf GTE (7,6 s). A velocidade máxima é de 205 km/h. 

Conforme o modo de condução, o XC40 T5 Plug-in Hybrid traz consumo de 24,5 km/l na cidade e 22,3 km/l na estrada, de acordo com o Inmetro. Deixou de ser importado em 2021 para dar lugar ao 100% elétrico XC40 Recharge.

5- Golf GTE

Acima o Golf GTE: híbrido já foi comercializado no Brasil
Golf GTE foi a última versão do hatch médio vendida no Brasil em uma leva limitada em 99 unidades
Imagem: Divulgação

O primeiro eletrificado da Volkswagen foi lançado no Brasil em 2019, a partir da sétima geração. Com uma passagem bem discreta pelo nosso mercado, quase ninguém se lembra dele. 

O Golf GTE traz um 1.4 TSI a gasolina, de 150 cv de potência, e outro elétrico que juntos desenvolvem a potência combinada de 204 cv. Em desempenho, o esportivo acelera de zero a 100 km/h em 7,6 segundos, enquanto a velocidade máxima é de 222 km/h. O câmbio é automático de 6 marchas.

Com apenas 99 unidades disponíveis (todas na cor Azul Atlantic), a configuração híbrida GTE do Golf chegou no fim de 2019 ao preço de R$ 199.990. 

Siga o AUTOO nas redes: WhatsApp | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

 

 

 

VW Golf GTE

VW Golf GTE

Volkswagen Golf GTE 2017

Volkswagen Golf GTE 2017

Volkswagen Golf GTE

Volkswagen Golf GTE

Volkswagen Golf GTE

Volkswagen Golf GTE

Volkswagen Golf GTE

Volkswagen Golf GTE

Volkswagen Golf GTE

Volkswagen Golf GTE

Volkswagen Golf GTE

Volkswagen Golf GTE

Volkswagen Golf GTE

Volkswagen Golf GTE

Fernando Garcia

Especialista em análises do mercado de veículos usados, Fernando Garcia tem passagens por revistas automobilísticas e no AUTOO traz vários artigos especiais com curiosidades, serviços e dicas.

Recomendados por AUTOO

Youtube
Fiat Strada: qual o segredo de sucesso da picape?

Fiat Strada: qual o segredo de sucesso da picape?

5 pontos que explicam por que o veículo vende tanto até hoje
Aviação
Embraer revela seu primeiro táxi-voador!

Embraer revela seu primeiro táxi-voador!

Veículo elétrico ainda não leva pessoas e será testado em voo ainda em 2024
MOTOO
Royal Enfield Guerrilla 450: todos os detalhes e 50 fotos

Royal Enfield Guerrilla 450: todos os detalhes e 50 fotos

Conheça preço, ficha técnica, desempenho, motor cores e versões da moto confirmada para o Brasil