VW anuncia investimento de R$ 9 bilhões e 4 modelos inéditos até 2028

Marca não dá detalhes das novidades, mas sabe-se que haverá a picape Tarok e o crossover do novo Gol
Projeção antecipa como deverá ficar a versão crossover do novo Gol, modelo que será fabricado em Taubaté (SP)

Projeção antecipa como deverá ficar a versão crossover do novo Gol, modelo que será fabricado em Taubaté (SP) | Imagem: Projeção Kleber Silva

Uma vez anunciado o novo regime automotivo Mover (embora com alguns detalhes a serem divulgados, provavelmente, depois do Carnaval) as fabricantes instaladas no Brasil, começam a anunciar novos ciclos de investimentos no país. 

VEJA TAMBÉM:

Depois de GM, BYD, Renault, Nissan, GWM, entre outras, agora é a vez da Volkswagen, que vai entrar com 9 bilhões até 2028, montante que será usado para fabricar 4 modelos inéditos, sendo 16 ao todo em quatro anos.

A fabricante disse apenas que os novos modelos serão híbridos, elétricos e flex. Entre as novidades, a Volkswagen confirma que haverá uma picape, fabricada em São José dos Pinhais (PR). Além disso, o investimento vai abranger as 4 fábricas da marca no Brasil, que além da unidade de produção no Paraná, conta com Taubaté (SP), São Bernardo do Campo (SP) e São Carlos (SP), onde são fabricados motores. 

Entre o que foi confirmado pela Volkswagen também está um novo motor (que deverá ser o 1.5 com sistema híbrido leve) e uma plataforma inédita, que faz parte do projeto que a marca alemã chama de MQB Hybrid, mas que é conhecida internamente como MQB A0. Pelo o que se sabe, trata-se da arquitetura que será usada no crossover do novo Gol, modelo cujas linhas foram antecipadas pelas projeções do designer Kleber Silva, da KDesign.

Traseira do novo crossover da Volkswagen segue a linha dos novos modelos elétricos da linha ID
Traseira do novo crossover da Volkswagen segue a linha dos novos modelos elétricos da linha ID
Imagem: Projeção Kleber Silva

A Volkswagen vai seguir o mesmo caminho da Fiat, que lançou o Pulse e de outras rivais, como a Renault, com o Kardian e a GM, com o crossover do novo Onix. O novo crossover será fabricado em Taubaté, junto com o Polo Track, provalmente a partir do início do ano que vem. Será um dos modelos inéditos da marca alemã até 2028. 

Projeção de Kleber Silva para a VW Tarok mais próxima de sua versão final de produção
Projeção de Kleber Silva para a VW Tarok mais próxima de sua versão final de produção
Imagem: Kleber Silva

Outros dois modelos inéditos serão fabricados em São Bernardo do Campo (SP) e mais um em São José dos Pinhais (PR), que será a versão de produção da picape Tarok, cujo protótipo foi apresentado no Salão do Automóvel de 2018. O projeto ficou engavetado durante a pandemia, mas agora é o momento de colocá-lo em prática, com as vendas de picapes em alta e considerando que a Volkswagen ainda não tem uma rival da Fiat Toro, Chevrolet Montana, Ford Maverick e companhia.

O novo motor 1.5 com sistema híbrido leve da Volkswagen terá sistema de 48V que inclui um pequeno motor elétrico acoplado ao virabrequim que ajuda a vencer a inércia e nas ultrapassagens. Aos poucos, deverá substituir o 1.4 turboflex em toda linha. O primeiro modelo a ser equipado com o novo motor deverá ser o SUV Taos, a partir do ano que vem.

Projeção de Kleber Silva para a VW Tarok mais próxima de sua versão final de produção
Projeção mostra como deverá ficar a nova picape com jeito de SUV que será feita no Paraná
Imagem: Kleber Silva

Siga o AUTOO nas redes: WhatsApp | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

 

 

Recomendados por AUTOO

Youtube
Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

SUVs coadjuvantes em vendas podem ser opção para os best-sellers Creta e T-Cross
Aviação
Gol pretende ter 169 jatos Boeing 737 em 2029

Gol pretende ter 169 jatos Boeing 737 em 2029

Companhia aérea anunciou medidas para sair da crise financeira
MOTOO
A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

Lista reúne as 10 motos mais baratas do Brasil em maio de 2024. Descubra as opções