VW Polo GTS e Virtus GTS já estão prontos para produção

Modelos foram vistos em testes sem camuflagem e vão ter motor 1.4 turbo de 150 cv
Volkswagen Polo GTS já anda sem disfarces nas ruas

Volkswagen Polo GTS já anda sem disfarces nas ruas | Imagem: Reprodução/Redes sociais

 A Volkswagen já tem tudo pronto para lançar o novo Polo e Virtus nas versões esportivas GTS por aqui. O hatch e sedã com apelo esportivo, assim como foi feito nos anos 1990, entrarão no portfólio da marca no segundo semestre deste ano, ou seja, daqui a um mês.

O desenvolvimento dos dois está bastante avançado e a marca nem se esforça em escondê-los. Os dois foram vistos sem camuflagem rodando em testes e diversas imagens apareceram nas redes sociais.

Polo GTS e Virtus GTS foram apresentados no Salão do Automóvel de São Paulo em 2018 como conceitos e dá para ver que as versões de produção mantiveram a maioria dos detalhes estéticos, como as luzes de LED, apliques vermelhos na grade dianteira e nos faróis, além de detalhes escurecidos nos retrovisores externos e rodas, que tem aro 17. E essa é a única diferença: as rodas dos conceitos eram diamantadas de 18 polegadas.

O motor das duas versões será o 1.4 turbo de 150 cv e 25 kgfm de torque, que já é utilizado em outros modelos da VW. Esse propulsor será casado com uma caixa Tiptronic de seis marchas. O Polo e Virtus esportivos vão brigar numa faixa de preço abaixo do Golf de entrada, enquanto o novo hatch médio não chega.

O Virtus GTS teve uma imagem vazada de dentro da Volkswagen
O Virtus GTS teve uma imagem vazada de dentro da Volkswagen
Imagem: Reprodução/Redes sociais

Sigla famosa

O lançamento das versões GTS é aguardado há bastante tempo pelos fãs da marca. A sigla ficou famosa nos anos 80 quando foi usada pelo Gol GTS, então a versão mais esportiva do hatch compacto e que assumiu o lugar do Gol GT. Mais tarde, quando a Volkswagen introduziu a injeção eletrônica multiponto no Brasil o esportivo foi o primeiro a ser equipado com ela, mas mudou de sobrenome - tornou-se o Gol GTI.

Apesar da expectativa, resta saber qual será a recepção das versões esportivas nas lojas. Nos últimos anos, carros com desempenho realmente esportivo acabaram fracassando no Brasil como foi o caso do Civic Si e do Sandero R.S, por exemplo. Para torná-los mais velozes, as marcas acabam encarecendo sua fabricação e consequentemente o preço a ponto de se tornarem praticamente inviáveis. Vamos torcer para não ser o mesmo caso dos novos GTS.

Tanto o Polo (foto) quanto o Virtus GTS utilizam o motor 1.4 TSI com 150 cv
Tanto o Polo (foto) quanto o Virtus GTS utilizam o motor 1.4 TSI com 150 cv
Imagem: Reprodução/Redes sociais

Assine a newsletter semanal do AUTOO!