Além do visual: veja o que realmente mudou na Hilux 2021

Repaginada, caminhonete média mais vendida do Brasil já foi mostrada na Tailândia e terá alterações técnicas importantes
Toyota Hilux 2021

Toyota Hilux 2021 | Imagem: Divulgação

No início de junho, a Toyota mostrou a nova Hilux 2021 na Tailândia. Enquanto a caminhonete de visual renovado deve ser fabricada na Argentina para o mercado brasileiro, podendo chegar apenas em 2021, as alterações realizadas pela marca nipônica na caminhonete média mais vendida no Brasil foram muito além da estética.

A Toyota já havia informado no lançamento que a nova Hilux 2021 teve a potência do motor elevada. O propulsor 2.8 turbodiesel passou de 177 cv para 204 cv, enquanto o torque foi de 42,8 kgfm para 51 kgfm. Além disso, foram declaradas melhorias na direção e na suspensão da picape para melhorar a estabilidade e o conforto, mas não foi informado especificamente o que foi feito.

Toyota Hilux 2021
Toyota Hilux 2021
Imagem: Divulgação

O site australiano CarAdvice teve acesso a um documento distribuído aos concessionários onde é detalhado tudo o que foi feito nessa nova Toyota Hilux 2021. Por meio dele, foi possível ver que o aumento de potência do motor veio ao custo da utilização de novos pistões, anéis e turbina, além de ter sido realizado um redesenho da parede interna dos cilindros.

Com o aumento de potência, a marca também elevou a capacidade de reboque declarada para a caminhonete, passando dos atuais 3.200 kg para 3.500 kg. Para a direção, foi mantido o sistema hidráulico, mas com uma bomba redesenhada para melhorar as respostas. A suspensão tem nova geometria, além de contar com molas e articulações redesenhadas. Em termos de conforto, foram usados novos coxins de borracha na junção entre o chassi e a carroceria. Com isso, espera-se uma menor quantidade de ruído e vibrações adentrando a cabine.

Toyota Hilux 2021
Toyota Hilux 2021
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!