Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi anuncia nova estratégia global com impactos relevantes no Brasil e países vizinhos

Empresas vão re-estruturar as atribuições de cada membro da parceria
Renault Mégane R.S.

Renault Mégane R.S. | Imagem: Divulgação

Em um longo comunicado emitido nesta quarta-feira (27), a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi esclareceu como será a nova estratégia global executada pelas três marcas nos próximos anos. O anúncio também traz novas diretrizes para o Brasil e demais países vizinhos.

Segundo o comunicado, o novo arranjo traz como ponto central a adoção da estrutura líder-seguidor (leader-follower) no desenvolvimento das atividades as empresas aliadas. Isso pode ser traduzido na criação de um “veículo-mãe” sob responsabilidade de determinada marca que pode originar “veículos-irmãos” para as outras fabricantes. 

Um bom exemplo é o que ocorre hoje entre as picapes médias, com a nova geração da Nissan Frontier, que também deu origem à Renault Alaskan. Essa estratégia líder-seguidor, de acordo com a aliança, “deve entregar reduções de até 40% nos investimentos em modelos para veículos produzidos totalmente por meio desta estratégia. Estes benefícios devem ser somados às outras sinergias que já são praticadas atualmente”. 

Outro ponto importante é que a aliança vai nomear cada uma de suas marcas como representantes em “regiões de referência” ao redor do mundo. Com isso, a Nissan será referência na China, América do Norte e Japão; Renault na Europa, na Rússia, na América do Sul e Norte da África e a Mitsubishi Motors no Sudeste Asiático (ASEAN) e Oceania.

Em seu comunicado, a aliança Renault-Nissan-Mitsubishi destaca que “na América Latina, as plataformas de produto B (compactos) serão racionalizadas, evoluindo de quatro variantes para apenas uma, tanto para produtos Renault como Nissan. Esta plataforma será produzida em duas plantas, cada uma produzindo para Renault e Nissan.

O anúncio revelado nesta quarta-feira sugere uma possibilidade até mesmo de fechamento de unidades produtivas na América do Sul, uma vez que hoje as marcas que integram a aliança contam com cinco fábricas na região: Colômbia (Envigado), Argentina (duas unidades em Santa Isabel, uma Renault e outra Nissan), Brasil (duas unidades, uma da Renault em São José dos Pinhais e outra da Nissan em Resende). Na Europa, como noticiamos, a perspectiva do fechamento de fábricas da Renault é real, inclusive retirando de linha diversos modelos por lá. 

Seguindo a estratégia líder-seguidor, a aliança esclarece que a renovação do segmento de SUVs médios (C-SUV) após 2025 será liderada pela Nissan, enquanto a futura renovação do segmento de SUVs compactos (B-SUV) será liderada pela Renault na Europa e aproximadamente 50% dos modelos da aliança serão desenvolvidos e produzidos sob a nova estratégia ao longo dos próximos cinco anos.

“Em termos de eficiência tecnológica, as empresas-membro da Aliança continuarão a capitalizar suas vantagens existentes, para assegurar que cada empresa-membro continue a compartilhar o investimento em plataformas, grupos motopropulsores e tecnologias. Este compartilhamento já mostrou sua eficácia no desenvolvimento de grupos motopropulsores e plataformas e permitiu o lançamento bem-sucedido da plataforma CMF-B (veículos compactos) para o Renault Clio e o Nissan Juke, assim como a plataforma de modelos kei para o Nissan Dayz e o Mitsubishi eK Wagon. Posteriormente, serão trabalhadas as plataformas CMF-C/D (veículos médios/grandes) e CMF-EV (veículos elétricos)”, explica a aliança.

Por fim, as empresas também vão dividir o desenvolvimento de áreas específicas para seus futuros modelos. Caberá à Nissan trabalhar com condução autônoma, a Mitsubishi ficará responsável por conjuntos propulsores híbridos plug-in para segmentos de médio e grande porte, assim como a Renault deverá enfatizar os conjuntos propulsores elétricos.

É esperado que, ao longo da semana, cada uma das marcas envolvidas também anuncie estratégias específicas para os próximos anos. Vamos acompanhar.

Nissan Kicks 2020
Detalhe da gama Kicks na fábrica da marca em Resende (RJ)
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!