Conceitos, nem sempre, ficam engavetados ou se tornam realidade sob forma totalmente diferente da versão original. É o caso do Cobalt. O futuro sedã da Chevrolet, que tem previsão de chegada às lojas ainda este ano, foi revelado oficialmente durante o Salão de Buenos Aires, em junho, e se manterá fiel às linhas originais – tanto externa, como internamente.

AUTOO teve a chance de entrar no modelo neste final de semana, e a impressão durante o breve contato foi boa. A melhor surpresa está à frente do motorista: assim como o conceito, o Cobalt levará o painel do Aveo, outro forte candidato a ser vendido por aqui. Remetendo aos painéis de motocicletas esportivas, a peça tem um grande conta-giros do lado esquerdo, apoiada num display digital onde são abrigadas informações como velocidade, nível de combustível, quilometragem, etc. Há fartura de plástico pelo interior, mas agradáveis ao toque e aos olhos. O espaço, tanto dianteiro quanto traseiro, nos pareceu satisfatório.

O Chevrolet Cobalt será produzido na planta da GM de São Caetano do Sul, onde também já é feito o Cruze. Seu motor será o mesmo 1.4 EconoFlex de Agile e Montana, enquanto o 1.8 Ecotec do Cruze ainda é dúvida. Se fosse lançado hoje, o Cobalt se posicionaria entre o Corsa Sedan e o já falecido Astra.

Rodrigo Mora

|

Veja mais notícias da marca