BMW apresenta a nova geração do Série 4 e adota de vez a polêmica grade dianteira

Marca alemã confirma que deverá adotar o estilo visual em seus próximos produtos
BMW Série 4 2021

BMW Série 4 2021 | Imagem: Divulgação

A BMW revelou nesta terça-feira (2) a nova geração do Série 4, seu cupê de médio porte. Mantendo a distribuição de formas e volumes que projetam esse tipo de carroceria como um dos mais elegantes e envolventes do mercado, o cupê totalmente renovado mostra que a marca alemã abraçou de vez a polêmica e vai insistir em sua grade frontal de grandes proporções.

Classificada pela BMW como uma peça “proeminente”, a nova grade dianteira “segue a tradição dos lendários cupês da marca e reflete a necessidade de um resfriamento eficiente dos motores que figuram sob o capô do modelo”, explica a fabricante bávara. A grade frontal é dividida pela placa de identificação do modelo e ainda ocupa uma boa área do para-choque. Design à parte, é fato que o restante do modelo segue extremamente cativante e abre pouca margem para discussões.

BMW Série 4 2021
BMW Série 4 2021
Imagem: Divulgação

Segundo a BMW, o novo Série 4 Coupé começará a ser vendido na Europa a partir de outubro deste ano e contará com cinco variantes de motorização, sendo que a versão mais potente da novidade será a M440i xDrive a gasolina. Ela conta com o motor 3.0 turbo de 6 cilindros em linha entregando 374 hp (378 cv). A partir de março de 2021, adianta a BMW, o cupê contará com duas opções de motores diesel, também com 6 cilindros em linha. Todas essas configurações serão híbridos-leves, portanto com um alternador-gerador de 48V que é capaz de aumentar a potência em até 11 cv em situações pontuais de uso.

BMW Série 4 2021
BMW Série 4 2021
Imagem: Divulgação

De acordo com a fabricante, o novo Série 4 Coupé conta com uma estrutura mais rígida em relação ao antecessor, o centro de gravidade está 21 mm mais baixo e a bitola traseira é 23 mm maior em relação ao Série 3 atual, modelo com o qual o Série 4 Coupé divide a plataforma. Como é tradição na marca, a distribuição de peso segue igualmente dividida entre os dois eixos (50:50) e também foi realizado um trabalho de “otimização da aerodinâmica e redução na elevação (lift) do eixo traseiro”.

Seguindo o pacote de melhorias apresentado também nos modelos mais recentes da BMW, o novo Série 4 Coupé recebe novo painel de instrumentos totalmente digital de 10,25” (pode contar com uma tela opcional de 12,3”), além de recursos como os faróis com tecnologia de iluminação laser (BMW Laserlight), sistema de som premium fornecido pela Harman Kardon, entre outros. As versões mais completas recebem de série ou como opcional o reforço de sistemas como alerta de colisão com frenagem automática, aviso de saída da faixa de rodagem com correção ativa, assistente de estacionamento, apenas para destacar os principais recursos. Até o momento não há previsão de chegada do novo Série 4 Coupé ao Brasil. 

BMW Série 4 2021
BMW Série 4 2021
Imagem: Divulgação
Tags