BMW prepara Série 3 bicombustível para o Brasil

Batizado como ActiveFlex, sedã 320i foi flagrado num caminhão cegonha em Santa Catarina

Inscrição "ActiveFlex" denunica a novidade na BMW | Imagem: Rodrigo Perini

A BMW quer mesmo sair na frente das suas rivais Mercedes-Benz e Audi no Brasil. Depois de ser a primeira a anunciar uma fábrica no País, na cidade de Araquari, interior de Santa Catarina, a marca de luxo alemã deve ser a pioneira em carros premium com motor flex.

Fotos feitas por um executivo ligado ao setor automobilístico mostram exemplares do sedã Série 3 num caminhão cegonha coincidentemente em Santa Catarina com o emblema “ActiveFlex” na traseira. A denominação confirma a adoção do sistema bicombustível no modelo, um dos seus produtos mais vendidos no Brasil.

A novidade não para por aí. O BMW em questão utiliza um motor turbo de 2 litros e 184 cv, o que o faz o primeiro do tipo a ser convertido para rodar com etanol, além da gasolina.

Modelo nacional misterioso

O flagra dá pistas sobre a escolha do modelo que será feito no País, informação ainda não compartilhada pela empresa. Além do Série 3 também o crossover X1 está entre os candidatos a nacionalização, ele também equipado com um 2.0, mas mais fraco. Com certeza, seja lá qual modelo ganhará a nacionalidade brasileira, o motor bicombustível está garantido.

Consultada, a assessoria da BMW não se pronunciou a respeito do flagra.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!