Com fusão, mais carros da Fiat usarão plataforma da Peugeot

Após junção das operações de FCA e PSA, criando a Stellantis, Fiat-Chrysler deve aproveitar arquitetura CMP do grupo francês
Acima o Fiat Tipo atualmente vendido na Europa

Acima o Fiat Tipo atualmente vendido na Europa | Imagem: Divulgação

Há pouco tempo, os grupos Fiat-Chrysler (FCA) e Peugeot-Citroën (PSA) firmaram um acordo de fusão dando origem a um novo conglomerado automotivo que se chamará Stellantis. Com ele, já era esperado que os veículos de ambos os grupos passassem a compartilhar seus projetos e plataformas. Os primeiros resultados dessa estratégia já estariam chegando.

De acordo com a Automotive News Europe, a FCA estaria se planejando para utilizar a plataforma CMP como base para seus futuros projetos de porte compacto, como o Fiat Argo, por exemplo. Essa arquitetura hoje já é utilizada pela nova geração do Peugeot 208 fabricado na Argentina, mas a fábrica do grupo francês em Porto Real (RJ) também está preparada para produzir veículos derivados da CMP.

Acima o Fiat Tipo atualmente vendido na Europa
Acima o Fiat Tipo atualmente vendido na Europa
Imagem: Divulgação

A publicação europeia afirma que a FCA já enviou comunicados a seus fornecedores daquele continente pedindo o congelamento imediato de todas as pesquisas, desenvolvimentos ou construções de ferramentais relacionados a futuros modelos dos segmentos compactos. Com isso, a ideia seria evitar custos adicionais no uso das atuais plataformas proprietárias da Fiat-Chrysler. No mesmo comunicado, o grupo teria informado a seus parceiros que a plataforma CMP da Peugeot seria utilizada na fábrica da FCA em Tychy (POL), de onde já saíram modelos como o Fiat 500.

Porém, como a fusão total da FCA com a PSA ainda não foi aprovada pelos órgãos financeiros da União Europeia, o compartilhamento da plataforma CMP entre os dois grupos está sendo tratado por enquanto como uma forma de cooperação entre as duas empresas. Além disso, no passado, o CEO da FCA, Mike Manley, já havia alertado investidores de que o grupo deixaria de investir nos segmentos subcompactos após o lançamento do mais recente Fiat 500, decisão que também afetaria o Fiat Panda europeu. Para o Brasil, no entanto, ainda não há pistas de como essa cooperação entre FCA e PSA funcionará.

Produzido na Argentina, novo 208 estreia em breve no Brasil
Produzido na Argentina, novo 208 estreia em breve no Brasil
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!