Dodge Viper 2015 fica ainda mais forte

Motor V10 do novo esportivo norte-americano agora entrega 645 cavalos de potência

Dodge Viper SRT 2015 | Imagem: Divulgação

A estratégia da Chrysler em tirar o nome Dodge na nova geração do Viper não deu certo. O carrão não registrou boas vendas no mercado norte-americano, sobretudo em comparação aos números do Corvette. Tanto é que o nome "Dodge Viper" voltou em cena na linha 2015 do modelo, anunciada nesta semana pela fabricante. E esportivo ficou mais potente e agora traz novas versões no catálogo.

O Dodge Viper SRT 2015 vem equipado com um motor V10 de 8.4 litros, que agora desenvolve 645 cavalos de potência, um aumento de 5 cv em comparação com a linha anterior, e torque de 82,8 kgfm. Com o câmbio manual de seis velocidades, que foi aprimorado e agora traz a sexta marcha mais longa, o modelo ficou mais econômico e agora faz média de 8,5 quilômetros por litro, ante os 8 km/l registrados pela versão antiga do modelo.

Na gama de versões, o Viper agora dispõe do modelo GT, que chega para se posicionar entre a versão de entrada e a GTS. O modelo se diferencia da variante convencional por alguns itens de série adicionais, como controle de estabilidade com cinco modos e suspensão ajustável, ambos presentes na GTS. Há ainda acabamento em Alcântara e couro Nappa no interior, com direito a costura diferenciada.

Veja mais: Corvette Z06 é o carro mais potente da história da GM

Outra novidade da linha do novo Dodge Viper SRT é o modelo TA 2.0 Special Edition, que tem como base o SRT Time Attack. A versão conta com aerofólio traseiro maior (que aumenta o dowforce de 278 para 400 libras a 240 km/h), pacote aerodinâmico com detalhes em fibra de carbono, rodas Sidewinder II com pneus Pirelli P Zero Corsa, freios Brembo, suspensão de corrida, bancos Sabelt com costura em laranja, entre outros.

O Viper especial estará disponível nas cores Competition Blue, Venom Black e Yorange. Apenas 96 unidades serão produzidas.

Por fim, há o Viper GTS Ceramic Blue Edition, com produção limitada a 40 exemplares, todos com pintura na cor azul de cerâmica, como o próprio nome indica. O modelo traz ainda listras pretas, rodas Rattler em preto, pinças de freio laranja, detalhe em fibra de carbono na traseira, acabamento em couro Alcântara e Napa com costura prata, entre outros.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!