Fiat Palio é o mais roubado em SP, aponta empresa de rastreamento

Números de roubos e furtos de veículos na capital paulista cresceu 25% em 2016
Fiat Palio 2017

Fiat Palio 2017 | Imagem: Divulgação

A Ituran, empresa que trabalha no rastreamento de veículos, divulgou alguns dados nesta quearta-feira relativos ao ano de 2016, quando ela atendeu 9.812 ocorrências na Grande São Paulo.

De acordo com os números da empresa, o Fiat Palio foi o modelo mais roubado na capital paulista e nas cidades vizinhas. Logo em seguida aparecem o Volkswagen Gol, Fiat Uno, Volkswagen Fox, Ford Fiesta, Volkswagen Voyage, Fiat Siena, Chevrolet Celta, Chevrolet Corsa e fechando a lista dos “10 mais”, aparece a picape Fiat Strada.

Ainda segundo a pesquisa da Ituran, os modelos fabricados de 2010 a 2013 representam a maior parcela dos veículos furtados ou roubados, com 45,4% das ocorrências. Logo depois aparecem os modelos novos e seminovos produzidos no intervalo entre 2014 e 2017 com 22,9% das ocorrências. Os modelos feitos entre 2006 e 2009 figuram na terceira posição com 19,7%.

O horário que mais concentra as ocorrências é o período da noite, com 39,7% das ocorrências, sendo que das 21h às 23h é a faixa de horário mais grave. Entre 18h e 20h foram registradas 19,7% das ocorrências. A quarta-feira foi o dia da semana que registrou o maior número de chamados para a empresa de rastreamento em 2016.

Pelo menos na capital paulista, a Zona Leste é a que abriga os bairros mais suscetíveis aos roubos ou furtos de veículos, com destaque para as localidades de Itaquera, São Mateus e Guaianazes.

Outro dado peculiar levantado pela base de dados da Ituran diz respeito à cor dos carros que mais se envolveram nas ocorrências. As tonalidades prata, preto e branco, nessa ordem, foram as que mais se destacaram.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!