Ford Ka e Hyundai HB20 são reprovados em teste de impacto

Resultado dos modelos foi "decepcionante", avalia Latin NCAP
Ford Ka em teste de impacto

Ford Ka em teste de impacto | Imagem: Divulgação

A Latin NCAP, entidade independente que testa a segurança dos veículos vendidos na América Latina, acabou de divulgar os resultados de mais uma rodada de avaliações. Desta vez, foram colocados a prova o Hyundai HB20, o sedã HB20S e o Ford Ka nas variantes hatch e de três volumes. Segundo a instituição, os resultados para ambos os modelos foi “decepcionante”.

O Hyundai HB20 produzido no Brasil traz dois airbags de série. Com isso, alcançou zero estrela no novo protocolo do Latin NCAP. Hatch e sedã  obtiveram nota de 19% (de 100% possível) para proteção de ocupante adulto, 10% para ocupante infantil, 43% para proteção de pedestres e 14% para assistência à segurança. É a segunda vez neste ano que o compacto da Hyundai mostra problemas envolvendo a segurança estrutural. 

Hyundai HB20 em teste de impacto
Hyundai HB20 tambem "zerou" teste de impacto
Imagem: Divulgação

Com uma proteção de impacto frontal média, o impacto lateral apresentou proteção ruim para o tórax, levando o modelo a zerar tal teste da Latin NCAP. O de chicote cervical, whiplash, também mostrou desempenho ruim e, adicionado à ausência de Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC) como equipamento padrão, resultou na avaliação baixa, de acordo com a instituição

 

Já o Ford Ka nacional, também com dois airbags de série apenas, teve zero estrela no na avaliação de impacto. Hatch e sedã  obtiveram 34% para proteção de ocupante adulto, 9% para ocupante infantil, 50% para proteção de pedestres e 7% para assistência à segurança. Com uma proteção de impacto frontal média, o impacto lateral apresentou proteção torácica fraca, levando o modelo a zero ponto para este teste. O de chicote cervical também mostrou desempenho ruim e, sem controle de estabilidade como equipamento padrão, explica o resultado do modelo, segundo a Latin NCAP.

Ainda de acordo com os avaliadores, o impacto de poste lateral não foi executado em nenhum dos modelos, pois eles não oferecem proteção lateral para a cabeça como padrão. O Latin NCAP foi mais longe ao afirmar que os dois carros não estão em conformidade com os regulamentos das Nações Unidas sobre proteção de pedestres. 

Ford Ka em teste de impacto
Ford Ka sofreu as mesmas críticas
Imagem: Divulgação

Além disso, a ausência de controle de estabilidade como item de série, não teria ajudado nos resultados. Em comunicado, a instituição afirmou que “o Latin NCAP não recomenda a compra de veículos sem controles de estabilidade, proteção para pedestres, airbags laterais de corpo e de cabeça, nem de carros com nota zero ou uma estrela”.