Kushaq, o T-Cross da marca Skoda

Marca de baixo custo do Grupo VW usa experiência da engenharia brasileira para ter um novo SUV na Índia
Skoda Kushaq tem porte similar ao T-Cross

Skoda Kushaq tem porte similar ao T-Cross | Imagem: Divulgação

Graças à plataforma modular MQB, a Volkswagen consegue extrair da mesma arquitetura diversas soluções para mercados específicos. No Brasil, vemos esse chassi e suas variantes desde o Polo até o Tiguan Allspace. No exterior, porém, outras marcas do Grupo VW também a utilizam em outros países com resultados diferentes.

É o caso da Skoda, marca tcheca com foco em custo benefício que está vivendo um período de bonança não só na Europa como também na Índia. E na Ásia, assim como no Brasil, a demanda por SUVs compactos está elevada. Com isso, a marca lançou por lá o Kushaq, novidade que deve cumprir o mesmo papel do Volkswagen T-Cross no mercado indiano.

Olhando-se principalmente a linhas das laterais, vê-se muitas similaridades com o SUV brasileiro, como o formato das janelas e portas. O Skoda Kushaq também usa a plataforma MQB da VW, mas na variante A0 IN, específica para a Índia e diferente da nacional. Porém, a marca tcheca contou com o auxílio dos engenheiros da VW brasileira para o desenvolver.

Linhas do Kushaq não escodem a influência do T-Cross
Linhas do Kushaq não escodem a influência do T-Cross
Imagem: Divulgação

O Kushaq tem dimensões semelhantes às do T-Cross brasileiro. O entre-eixos tem os mesmos 2,65 m e a largura segue com 1,76 m, mas os para-choques exclusivos do Skoda aumentam o comprimento em 2 cm, para 4,22 m. A altura é maior: 1,61 m contra 1,57 m, e o vão livre do solo, levemente menor, sendo 18,8 cm contra 19,1 cm do brasileiro.

No entanto, é possível perceber alguns pontos onde o Kushaq foi simplificado em relação ao T-Cross, como é o caso do painel de instrumentos, sempre analógico no Skoda. Nas versões de entrada, a novidade indiana tem o mesmo motor 1.0 turbo de três cilindros rendendo por lá 115 cv de potência, podendo ter câmbio manual ou automático com 6 marchas. 

Interior do Kushaq, porém, é mais simples
Interior do Kushaq, porém, é mais simples
Imagem: Divulgação

Porém, as mais caras já contarão com o 1.5 turbo mais moderno com desativação de cilindros, entregando 150 cv. Nesse caso, o câmbio pode ser manual de 6 velocidades ou de dupla embreagem com 7 marchas. A tração por lá pode ser integral opcionalmente, algo que não é oferecido no Brasil. Os preços ainda não foram revelados na Índia, mas o Skoda Kushaq deve chegar às lojas daquele país entre maio e junho.