Branco, quatro portas e na versão Dynamic. É assim o primeiro Evoque da história, que a Land Rover fabricou hoje na planta de Halewood, na Inglaterra. O crossover, no entanto, não vai para nenhum cliente, e será doado ao museu da Jaguar Land Rover. Na mesma fábrica é produzido o Freelander 2.

Previsto para desembarcar no Brasil até o final do ano – por preços estimados entre R$ 200.000 e R$ 220.000 –, o Evoque tem carrocerias de duas e quatro portas. Seus motores são um 2.2 litros a diesel, de 150 ou 190 cv, dependendo da versão; e um 2.0 turbo a gasolina, de 240 cv e a princípio o único disponível para o mercado nacional. O crossover, que é um capítulo à parte na história da Land Rover, é oferecido nas versões Pure, Prestige e Dynamic.

Segundo a empresa inglesa, a fábrica de Halewood dobrou sua capacidade ao serem contratados 1.500 novos funcionários. Na Inglaterra, as versões de duas e quatro portas do Evoque serão responsáveis por 50% das vendas cada, enquanto no restante do mundo a configuração de cinco portas deverá equivaler a dois terços dos emplacamentos. A maioria dos compradores, espera a Land Rover, terá entre 30 e 40 anos. Homens e mulheres responderão igualmente pelas vendas.

Rodrigo Mora

|