Nissan prepara caminho para o facelift e a nova geração da Frontier na região

Marca anuncia investimento adicional de US$ 130 milhões em sua fábrica na Argentina
Nissan Frontier 2020

Nissan Frontier 2020 | Imagem: Divulgação

O que era para ser uma parceria interessante para as três marcas envolvidas, no fim, pelo menos por enquanto, apenas a produção regional da Nissan Frontier decolou no Complexo Industrial de Santa Isabel, localizado em Córdoba, na Argentina. De lá era para sair também a Mercedes-Benz Classe X, desenvolvida em conjunto com a Frontier e a Renault Alaskan, porém a marca alemã desistiu do modelo em nossa região. A Renault, por sua vez, só agora inicia a produção da Alaskan na unidade ainda de forma tímida.

Mas a Nissan segue firme com seus compromissos para a fábrica argentina e anunciou na quinta-feira (20) um reforço de mais US$ 130 milhões na unidade produtiva. O montante complementa os US$ 600 milhões gastos pela Nissan desde 2015 para desenvolver o Complexo Industrial, responsável pela fabricação da Frontier para os mercados de Brasil e Argentina desde 31 de julho de 2018.

Segundo a Nissan informa, o investimento adicional na região de Córdoba tem como finalidade “aumentar o índice de nacionalização de suas picapes, além de equipá-las com as mais altas tecnologias disponíveis e de acordo com as normas de emissões, para continuar oferecendo aos seus clientes produtos com os mais elevados níveis de qualidade, segurança e conforto”.

O que podemos ler nas entrelinhas é que a Nissan já deve estar preparando a fábrica argentina para o facelift de meio-ciclo da atual geração da Frontier, o qual já é testado no México, como um flagra de julho desde ano comprova. O país norte-americano também produz a picape média, inclusive há bem mais tempo do que a Argentina, o que faz do local um palco de testes natural para os aprimoramentos que a picape receberá.

Flagra da Frontier em testes no México: picape receberá facelift em breve
Flagra da Frontier em testes no México: picape receberá facelift em breve
Imagem: Reprodução internet/Motorpasión

Segundo a mídia especializada mexicana, o facelift para a Frontier pode ser conhecido entre o fim deste ano e o começo de 2021. Externamente, podemos esperar revisões estéticas nos para-choques, capô, espelhos retrovisores, faróis, entre outras evoluções, apontam os colegas.

Olhando um pouco mais para o futuro, algo em torno de 2023, é esperada uma revisão completa para a Frontier, com a estreia de sua próxima geração. Considerando os investimentos para a Argentina, talvez a Nissan esteja preparando sua fábrica para as evoluções profundas que a picape receberá. Segundo corre nos bastidores, a picape deverá crescer para atuar em mercados maiores, além de compartilhar o desenvolvimento com as próximas gerações de Mitsubishi L200 e Renault Alaskan. Assim, a picape atual deverá conviver com a nova geração, mantendo o nome NP300 em alguns países, enquanto a versão atualizada seguirá como Frontier. 

Acima a Nissan Frontier produzida no Complexo Industrial de Santa Isabel, em Córdoba, Argentina
Acima a Nissan Frontier produzida no Complexo Industrial de Santa Isabel, em Córdoba, Argentina
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!