Nova geração do Honda Fit estreia em 2020 e, na Europa, terá somente propulsão híbrida

Anúncio faz parte da meta de eletrificação da marca para o Velho Continente
Flagra do novo Honda Fit em testes

Flagra do novo Honda Fit em testes | Imagem: Auto Week NL

Aproveitando a estreia do Honda e em sua versão final durante o Salão de Frankfurt, a fabricante japonesa entrou em mais detalhes sobre o seu plano Electric Vision preparado em especial para o continente europeu.

A nova diretriz da Honda caminha para oferecer uma gama completamente eletrificada na Europa por volta de 2025 e, para tanto, a marca anunciou novidades relevantes.

A principal delas – e que também não deixa de ser importante para nós aqui no Brasil – é a que a próxima geração do Fit está confirmada para estrear em 2020.

Segundo o vice-presidente sênior da Honda Motor Europe, Tom Gardner, pelo menos na Europa o novo Fit (vendido como Jazz no mercado em questão) terá apenas a opção de propulsão híbrida.

Apontado como um “lançamento-chave” para a marca no ano que vem, o novo Fit deverá evoluir no estilo, mas preservando o apelo monovolume que lhe permite um nível de espaço interno e aproveitamento da cabine sem igual quando o comparamos com hatches compactos ou demais modelos na mesma faixa de preço.

Recentemente publicamos algumas projeções baseadas em flagras do modelo, que apontam novidades para o Fit como a presença de faróis mais arredondados assim como uma grade dianteira mais pronunciada e vertical, elevando dessa forma a altura do capô. Com isso, a Honda deverá conferir à quarta geração do Fit um aspecto mais robusto, algo até esperado em tempos de SUVs dominando os rankings de vendas.

O porta-malas, na mesma medida, deverá oferecer alguns litros a mais em relação ao modelo atual, favorecendo o uso familiar, tipo de público que figura como um dos mais entusiastas do modelo.

No mercado brasileiro, muito se fala sobre a possibilidade do Fit 2021 estrear o motor 1.0 turbo da Honda por aqui, contudo, considerando a declaração do executivo da marca na Europa, quem sabe a marca não considere comercializar alguma versão do novo Fit por aqui com conjunto propulsor híbrido. A empresa confirmou no Salão de São Paulo 2018 que vai oferecer no Brasil três modelos com este tipo de propulsão em um horizonte de cinco anos, contando a partir da edição mais recente da mostra paulista. Talvez esses automóveis possam contemplar modelos mais caros, como o CR-V Hybrid, porém um Fit híbrido seria uma alternativa muito interessante. Vamos acompanhar e seguiremos relatando todas as novidades aqui no Autoo!  

Projeção do designer Kleber Silva antecipando detalhes da quarta geração do Honda Fit
Projeção do designer Kleber Silva antecipando detalhes da quarta geração do Honda Fit
Imagem: Kleber Silva

Assine a newsletter semanal do AUTOO!