Novo Citroën C3 agrada pelo espaço interno e estilo, mas não esconde proposta de baixo custo

Novidade, que estreia em breve no Brasil, já foi avaliada pelos indianos
Citroën C3 2022

Citroën C3 2022 | Imagem: Divulgação

Modelo que será um marco para a nova fase da Citroën no Brasil, a evolução completa do C3 produzida em Porto Real (RJ) é um dos lançamentos mais aguardados neste ano. 

Enquanto ele ainda não está disponível nas concessionárias, vale a pena acompanharmos de perto o que está sendo dito sobre a novidade em outros mercados ao redor do mundo. 

Uma boa ideia sobre o que podemos esperar do Citroën C3 já pode ser obtida na Índia, país que contou com uma posição central no desenvolvimento da novidade. 

Por lá, os colegas da revista Autocar India já avaliaram o modelo, que também vai atuar em uma categoria muito disputada. 

Estilo 

Gavin D′Souza, responsável pela avaliação do novo C3, começa questionando a proposta do Citroën: é um hatch de entrada? É um SUV subcompacto? Um pouco dos dois ou em nada relacionado? 

Segundo o jornalista, de fato é difícil classificar a novidade, que é posicionada como um hatch pela marca. Resumindo de uma forma bem interessante, D′Souza cita que o C3 “entrega, de fato, uma nova abordagem radical do que um carro, que tem muito potencial para ser um sucesso entre os compradores, pode oferecer”. 

Em seu texto, o jornalista salienta que o estilo geral da carroceria faz uma referência bem-vinda à modelos maiores da marca, como o Citroën C5 Aircross. O logotipo dianteiro com seus prolongamentos cromados até o conjunto óptico cria uma dianteira robusta e elegante. 

Ainda segundo a Autocar India, “os pequenos detalhes destacam o design do Citroen C3”. O capô, por exemplo, é “fortemente esculpido”, assim como “até a tampa do porta-malas não é apenas uma simples peça plana de metal e incorpora recortes ao redor das lanternas traseiras”. 

Estes são detalhes simples, mas eficazes, que dizem ao seu cérebro que este não é apenas um carro básico de entrada”. Entretanto, a publicação não deixa de notar que, “de uma maneira oposta, as maçanetas simples das portas, a presença de uma fechadura de aço exposta na porta do motorista e as calotas plásticas cobrindo as rodas de aço não escondem a proposta de baixo custo do C3”. A Citroën, contudo, oferece rodas de liga leve como um opcional para o C3 na Índia. 

Um ponto reforçado na avaliação é a originalidade da proposta do novo Citroën C3, já classificado pela marca aqui no Brasil como um “hatch com atitude SUV”

Segundo D′Souza, quando estacionado ao lado de um hatch tradicional de menor porte, o C3 se destaca, em especial pela maior altura em relação ao solo, que será de 180 mm no mercado indiano. 

Por dentro 

Na parte interna, mereceu destaque na avaliação dos indianos o bom aproveitamento da cabine. 

O modelo, nas palavras dos indianos, foi classificado como “incrivelmente espaçoso e confortável”, com a ressalva de que a carroceria relativamente estreita torna um pouco mais complicado colocar três adultos no banco traseiro. Porém, “o espaço para as pernas e a cabeça é abundante”, relata a Autocar India

Com um porta-malas de 315 litros, o que é um volume muito bom para um modelo com o porte do C3, a única ressalva feita pelos indianos é que o acesso ao compartimento não é dos melhores. 

O C3 oferece duas portas USB para recarga de dispositivos eletrônicos dos ocupantes da segunda fileira de assentos, algo elogiável, entretanto a crítica é que o banco traseiro não é bipartido, uma clara economia de custos. 

Ainda pela cabine, os indianos destacam a generosa tela de 10” para a central multimídia presente nos catálogos mais equipados do modelo, que ainda conta com Apple CarPlay e Android Auto sem fio. 

O painel de instrumentos, por sua vez, é bastante simples, contando apenas com um velocímetro digital, odômetro e os indicadores do nível de combustível e temperatura do líquido de arrefecimento. 

Pensado para oferecer preços muito competitivos, o Citroën C3 não esconde esse ponto ao abusar de plásticos com aspecto visual mais simples, além de sequer contemplar alguns itens como os retrovisores elétricos, ao menos no mercado indiano. 

Ao volante 

Na Índia, o Citroën C3 será oferecido com motor 1.2 tricilíndrico em suas configurações turbo e aspirada. 

Aqui no Brasil, segundo rumores, é provável que o C3 nacional aposte em configurações 1.0 para as versões de entrada e 1.6 16V nos catálogos intermediários e topo de linha, ambos aspirados e flex. 

Com mais de 110 cv e quase 20 kgfm de torque, o 1.2 turbo agradou os indianos pela agilidade que confere ao hatch, sendo que a opção aspirada, apesar de menos envolvente, também mostrou-se adequada ao modelo. 

Ponto forte do novo C3 envolvendo a parte dinâmica, segundo os indianos, foi o conforto ao rodar e a robustez que ele demonstrou mesmo em vias longe da pavimentação ideal, momento em que a maior altura em relação ao solo também oferece uma grande ajuda. 

O modelo conta com o tradicional arranjo McPherson na dianteira e eixo de torção entre as rodas traseiras, sendo que a calibração do conjunto, assim como a notável rigidez torcional do carro, mereceu elogios do jornalista responsável pela avaliação. 

Veredito 

Em sua conclusão, a Autocar India cita que é necessário fazer uma justa referência ao Renault Kwid, modelo responsável por tornar mais difundida a receita de um hatch elevado, algo que deverá ser cada vez mais compartilhado por outras marcas. 

Nas palavras da publicação, a “abordagem do C3 é semelhante, porém a sensação é que o Citroën encontra-se em alguns segmentos acima do Kwid, em especial por sua aparência crossover descolada”. 

Com uma pitada de humor, a Autocar India cita que, para conseguir preços agressivos para o C3, a sensação é que a Citroën utilizou uma serra ao invés de um bisturi, algo com o qual o potencial interessado no hatch terá que lidar. 

Além do estilo peculiar, o novo Citroën C3 também conquistou os indianos sobretudo ao volante. “Ele parece um carro muito mais sofisticado do que seu tamanho e proposta sugerem, com um excelente equilíbrio de direção e manuseio”. 

Se você busca um projeto diferenciado, com grande conforto dinâmico e preços acessíveis, o Citroën C3 faz um trabalho muito melhor do que a maioria dos carros compactos – sejam hatchbacks ou SUVs”, conclui a publicação indiana. 

Mesmo na Índia, o preço do novo C3 ainda não foi revelado até o momento. A expectativa é que o lançamento do Citroën aqui no Brasil ocorra dentro de um mês. 

Citroën C3 2022

Citroën C3 2022

Nova geração do Citroën C3: experiência de SUV em um hatch

Nova geração do Citroën C3: experiência de SUV em um hatch

Nova geração do Citroën C3 começa a ser produzida em Porto Real (RJ)

Nova geração do Citroën C3 começa a ser produzida em Porto Real (RJ)

Detalhe do painel do novo Citroën C3 na opção de cor Azul Metálico

Detalhe do painel do novo Citroën C3 na opção de cor Azul Metálico

Nova geração do Citroën C3: bom exemplo de big hatch

Nova geração do Citroën C3: bom exemplo de big hatch

Nova geração do Citroën C3: bom exemplo de big hatch

Nova geração do Citroën C3: bom exemplo de big hatch