Novo Citroën C4 Lounge 2019 já está no Brasil

Sedã com visual renovado e mais equipamentos foi fotografado em pátio da marca. Entre as novidades, painel de instrumentos digital nova central multimídia
Novo Citroën C4 Lounge 2019

Novo Citroën C4 Lounge 2019 | Imagem: Reprodução/Redes sociais

A produção do novo C4 Lounge foi anunciada pela Citroën na semana passada, porém, o sedã médio já está no Brasil, como mostram as imagens publicadas aqui e que circulam nas redes sociais.

Ainda com plásticos nos bancos, o C4 Lounge 2019 parece estar num pátio da marca ou mesmo em alguma concessionária (é possível outros modelos da Citroën ao seu lado). Como a primeira imagem oficial revelou, o sedã recebeu retoques semelhantes ao do modelo chinês que incluem uma nova frente que prolonga o “Chevron” até a altura dos faróis – também modificados e equipados com luzes diurnas de LEDs.

Um retoque necessário para um carro que já está o mercado desde setembro de 2013 sem repetir o sucesso do seu antecessor, o C4 Pallas. É no interior, no entanto, que estão as maiores mudanças.

A primeira delas é o painel de instrumentos todo digital, porém, não parece se tratar da mesma solução oferecida pela Volkswagen no Polo e Virtus e sim uma tela com grafismo mais simples – a confirmação só deve surgir na semana que vem quando a Citroën apresentar o modelo à imprensa.

Outra melhoria no pacote está na central multimídia de 7 polegadas que passa a dominar no console central e que incorpora os controles do ar-condicionado. Ao contrário do layout anterior, a solução parece uma adaptação um tanto simplória, porém, que traz recursos bem mais interessantes do que antes como conexão com o Carplay e Android Auto.

O acabamento do modelo inspira qualidade, mas nada muito diferente da linha 2018. As rodas da versão fotografada são aro 16 com pneus de perfil 205/55.

Mesmo pacote mecânico

O novo C4 Lounge deve manter a dupla motor THP 1.6 flex de 173 cv e o câmbio automático de seis velocidades, um bom conjunto que não tem razão de ser alterado. Outros itens que não mudaram foram o imenso volante multifuncional e o freio de estacionamento, manual.

Ou seja, apenas o necessário para fazer o mercado lembrar que o C4 Lounge ainda existe em meio aos sedãs japoneses e o Cruze. Missão difícil essa afinal no ano passado o sedã da Citroën abocanhou apenas 2,3% das vendas da categoria.