Novo Peugeot 208 é antecipado na Europa

Hatch completamente renovado deverá estrear no Brasil em 2020; confira todos os detalhes
Peugeot 208 2020

Peugeot 208 2020 | Imagem: Divulgação

Um dos principais destaques do Salão de Genebra neste ano, a Peugeot decidiu antecipar nesta segunda-feira (25) a nova geração do 208.

Como antecipamos, o hatch compacto traz uma série de novidades e profundos aprimoramentos, o que certamente vai conferir ao 208 (clique na foto principal para acessar a galeria de imagens) um posicionamento de mercado mais nobre e competitivo daqui para frente.

O hatch passa a ser produzido sobre a nova plataforma CMP (Common Modular Platform) destinada às novas gerações de produtos da Peugeot Citroën com porte compacto ou médio. Muito versátil, a CMP permitiu ao novo 208 uma estreia muito relevante: o modelo terá uma inédita configuração elétrica.

Chamado de e-208, a nova opção do hatch usará um motor elétrico de 136 cv e 26,5 kgfm de torque, oferecendo, portanto, respostas bem interessantes ao hatch. Segundo a Peugeot, o e-208 será capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 8,1 segundos no modo Sport. O modelo também contará com os modos de condução Eco, para priorizar a autonomia, e Normal, focando no conforto para uso diário.

A plataforma arrojada do e-208 também permite soluções de um veículo que já nasceu contemplando a propulsão elétrica. Segundo a Peugeot, o conjunto de baterias de 50 kWh é colocado no assoalho do carro, aprimorando a distribuição de peso e não comprometendo o espaço para cargas no porta-malas ou para os passageiros na cabine.

A bateria será garantida pela Peugeot por 8 anos ou 160.000 km, sendo que a autonomia do modelo será de 340 km já de acordo com o novo padrão WLTP. A recarga pode ser feita em uma tomada convencional, processo que leva 16 horas. Também estará disponível para o modelo um Wall Box que realiza o carregamento completo da bateria do e-208 em 5 horas e 15 minutos utilizando uma fonte trifásica de 11 kWh ou 8 horas para uma instalação monofásica de 8,5 kWh. Em carregadores públicos com potência mais elevada, cerca de 80% da carga total da bateria pode ser reposta em aproximadamente 30 minutos.

A Peugeot, de qualquer forma, não deixará de oferecer versões a gasolina e diesel do novo 208.

As versões a gasolina usarão como base o motor 1.2 de 3 cilindros com calibrações indo de 75 cv a 130 cv, passando por uma opção intermediária de 100 cv. As opções de câmbio, dependendo do mercado, contemplam caixas manuais de 5 e 6 marchas, bem como transmissões automáticas de 6 ou 8 marchas. A Peugeot já adianta que, para mercados com normas de emissões menos restritivas, como é o caso de grande parte dos países da América do Sul incluindo o Brasil, a caixa automática destinada para esses locais será a de 6 velocidades.

Deixando claro que a nova geração do Peugeot 208 entrega um nível de conteúdo superior – com direito a muitos equipamentos antes visto apenas em modelos de maior porte da marca – a novidade será oferecida na Europa em cinco versões (Like, Active, Allure, GT Line e GT).

Além de oferecer equipamentos como rodas de liga leve aro 17”, carregador por indução para smartphones, faróis full-LED e revestimento interno que mescla o uso de Alcantara com outros materiais na cabine, o novo 208 se destaca pelo alto nível de assistentes de condução que poderá receber nas versões mais caras, com destaque para o sistema de alerta de colisão com frenagem autônoma de emergência, piloto automático adaptativo com função de parada em congestionamentos, assistente de permanência em faixa, monitoramento de pontos cegos com correção de curso, farol com comutação automática para o facho alto, assistente de estacionamento capaz de controlar o acelerador e o freio do carro na hora da baliza, entre várias outras tecnologias de ponta.

Outra novidade interessante para a nova geração do Peugeot 208 é uma releitura mais avançada o i-Cockpit, que passa a contar com painel de instrumentos digital combinado com a central multimídia, que pode ter tela de 5”, 7” ou 10” dependendo da versão.

Em termos de dimensões, a nova geração do Peugeot 208 ultrapassa os 4 m de comprimento ao totalizar 4,05 m de um para-choque a outro, um bom avanço frente aos 3,97 m do modelo atual. A nova geração do hatch também passa a contar com 1,74 m de largura, 1,43 m de altura e o entre-eixos foi mantido em 2,54 m. O porta-malas do novo 208 terá capacidade variável entre 210 e 311 litros.

A nova geração do Peugeot 208 deverá chegar ao Brasil e demais mercados da região em 2020, quando a fábrica da PSA na Argentina concluir suas obras de atualização para receber novos modelos. Deveremos ter por aqui uma versão mais simplificada em relação ao novo 208 europeu, porém ao menos vamos ver o hatch compacto atualizado por aqui. A Peugeot, com a medida, acerta na decisão uma vez que o segmento está se tornando muito mais competitivo por aqui e pede por produtos com um nível mais elevado de construção, tecnologia e equipamentos, como observamos no Volkswagen Polo e sua boa aceitação por parte do público. Ainda neste ano também veremos a estreia por aqui do renovados Chevrolet Onix e Hyundai HB20, que certamente vão esquentar bastante o segmento.  

 

 

Assine a newsletter semanal do AUTOO!