O último suspiro do Chevrolet Classic

Chegada dos novos Onix e Prisma Joy retiram veterano Classic de linha, após duas décadas de existência
Chevrolet Classic 2016

Chevrolet Classic 2016 | Imagem: Divulgação

É inegável que o Chevrolet Classic é um dos modelos mais longevos de nosso mercado. Se contarmos desde os tempos de Corsa Sedan lá se vão 20 anos de comercialização do modelo no Brasil e demais mercados locais, como a vizinha Argentina.

O sucesso do Classic é fácil de entender: oferecer um sedã de baixo custo é uma excelente solução para muitas famílias que precisam de espaço e só podiam gastar até R$ 35.000. Derivado da primeira geração do Corsa, o Classic não era dos mais espaçosos internamente, porém, entregava um conjunto bem honesto.

Importado da Argentina desde 2014, o veterano sedã já não é exportado desde maio da unidade da Chevrolet em Rosario. De fato, as vendas já vinham caindo significativamente, mas em agosto apenas 867 unidades foram emplacadas.

A estratégia da marca em oferecer alternativas mais modernas fica clara com a chegada dos novos Onix e Prisma Joy, ainda com o visual antigo. Mesmo assim, para quem procurava um procurava um modelo três volumes, a notícia não é animadora uma vez que o Classic é tabelado atualmente em R$ 32.670 em sua versão básica, enquanto o Prisma Joy parte de R$ 42.990.

Nesta quinta-feira, 09, a Chevrolet, enfim, reconheceu o fim do modelo no Brasil, após o Classic sumir do site da marca. Um carro que se vai mas que deixa uma fabulosa história.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!