Por R$ 700 mil, Mercedes-AMG traz o E 63 S 4Matic+ ao Brasil

Sedã esportivo é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 3,4 segundos
Mercedes-AMG E 63 S 4Matic

Mercedes-AMG E 63 S 4Matic | Imagem: Divulgação

Agora passamos a ter no Brasil o motor mais potente oferecido pela Mercedes-AMG. A divisão esportiva da marca alemã passa a comercializar no país o E 63 S 4Matic+, que é movido pelo poderoso 4.0 V8 biturbo com 612 cv de potência a 5.750 rpm e uma “patada” de 86,6 kgfm de torque máximo disponível no intervalo de 2.500 a 4.500 rpm.

O V8 trabalha em conjunto com a transmissão esportiva AMG Speedshift MCT com 9 marchas e o sistema de tração 4Matic+ traz uma novidade interessante: ele agora permite variar completamente a distribuição de torque entre os eixos dianteiro e traseiro. Segundo a Mercedes-AMG explica, o sedã conta a todo momento com tração nas rodas traseiras, sendo que a divisão para o eixo dianteiro ocorre de acordo com as condições do piso e do modo de condução do motorista. O sistema 4Matic realiza a distribuição de forma automática, sem a intervenção do motorista. O sedã, contudo, conta com um modo “drift” que permite a derrapagem controlada, fixando, nesse caso, a tração somente nas rodas traseiras.

Outro ineditismo presente no sedã é o sistema de desativação de cilindros (AMG Cylinder Management) para ajudar na redução do consumo. É a primeira vez que o conjunto é aplicado em um motor turbo de alto desempenho da Mercedes-AMG. O sistema de gerenciamento dos cilindros atua com o sedã rodando no modo Comfort e pode desativar 4 dos 8 cilindros quando o motor não é solicitado em sua plenitude. A Mercedes-AMG também acrescenta que o modelo conta com coxins dinâmicos que mudam a rigidez de acordo com as condições de rodagem e estilo de condução, melhorando as respostas da direção e sensibilidade ao volante.

Com tudo isso, o Mercedes-AMG E 63 S 4Matic+ é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 3,4 segundos e a velocidade máxima é limitada eletronicamente em 300 km/h. Ter um desses na garagem exige que você tenha, no mínimo, R$ 699.900 reais na conta.

Como é de se esperar, o sedã também oferece uma série de refinamentos voltados ao melhor comportamento dinâmico possível. Estão ali o sistema de suspensão a ar com três câmaras e o acerto esportivo de molas e amortecedores. Outro refinamento vai para o diferencial traseiro com bloqueio controlado eletronicamente.

Na parte externa, além do visual trabalhado na esportividade, a largura ganhou 27 mm para que os arcos das rodas pudessem acomodar as generosas rodas de liga leve aro 20” calçadas em pneus 265/35 ZR 20 na dianteira e 295/30 ZR 20 na traseira.

Por dentro, o Mercedes-AMG E 63 S 4Matic+ conta com bancos esportivos e volante esportivo em couro preto tem a parte inferior plana, Touch Control e palhetas de câmbio anodizadas, assim como miolo com o logo AMG. Também estão presentes a cobertura no padrão “napa” para o painel de instrumentos e linhas de cintura, o volante esportivo com marca em cinza cristal na posição 12 horas e costuras contrastantes, relógio analógico com design IWC e cintos de segurança cinza cristal.