Como adiantamos ontem, a Toyota fez o anúncio oficial do lançamento do Corolla híbrido flex no Brasil. Ele será produzido em Indaiatuba no segundo semestre já como parte da 12ª geração do sedan médio que chegará ao mercado nacional no final de 2019.

Por ser produzido em São Paulo, a Toyota, claro, aproveitou para divulgar a novidade ao lado do governador do estado e eventual candidato à presidência República, João Doria(PSDB), nesta quinta-feira (17).

Mas a grande pergunta que ficará na cabeça do consumidor (e na nossa também) é quanto o Corolla híbrido flex poderá custar quando for lançado.

Equipado com um motor 1.8 flex de ciclo Atkinson que atua em conjunto com outro motor elétrico de 53 hp, o Corolla híbrido funciona de forma semelhante ao modelo europeu, do qual inclusive herdará o estilo. Na Europa esse conjunto rende 122 hp e certamente o etanol deve elevar essa potência e também o torque para outro patamar.

O mais importante de tudo é que o sedan será muito econômico e, de acordo com a Toyota, “o híbrido mais limpo do mundo”. A produção do novo Corolla 2020 começa em outubro e o lançamento deve ocorrer entre novembro e dezembro.

Toyota Corolla 2020
Toyota Corolla 2020
Imagem: Divulgação

Versão mais cara na Europa

É certo que a versão híbrida irá conviver com os modelos com motores 1.8 e 2.0 aspirado hoje disponíveis. E que oferecerá uma tecnologia superior até mesmo ao do híbrido Prius, hoje importado.

Portanto, é de se imaginar que a Toyota cobre pela exclusividade e por essa razão posicione o Corolla híbrido no topo do portfólio. Hoje esse lugar pertence ao Corolla Altis que custa R$ 119 mil, R$ 6,5 mil a menos que o Prius.

Se utilizarmos a Europa como referência, mercado onde o novo Corolla estreou em versões hatchback, sedan e perua, os modelos híbridos são os mais caros, sobretudo os equipados com o potente motor 2.0 de 180 hp. Lá, a versão convencional usa um motor 1.2 e outro 1.6 que custam cerca de R$ 15.000 a menos que o híbrido mais acessível.

Ou seja, por esse raciocínio, nosso Corolla híbrido flex pode sim chegar a custar entre R$ 125 mil e R$ 135 mil em preços da época. Um valor alto, sem dúvida, mas que a montadora japonesa certamente não abrirá mão para recuperar o valor investido na tecnologia inédita.

O consolo é que parar no posto de combustível será tarefa rara para o sedan, sem falar na baixa emissão de poluentes que nossos pulmões agradecem desde já.

Toyota Corolla 2020
Toyota Corolla 2020
Imagem: Divulgação

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/