Recall na suspensão do Jetta chega ao Brasil

Chamado afeta 31.894 unidades do Jetta 2.0 Total Flex fabricados entre 2011 e 2013

VW Jetta 2012 | Imagem: divulgação

O recente recall da Volkswagen anunciado nos Estados Unidos, Canadá e China e que envolve mais de 1,1 milhão de carros, chegou ao Brasil. A divisão nacional da marca anunciou um chamado de inspeção para 31.894 unidades do Jetta 2.0 Total Flex fabricados entre 2011 e 2013. Em comunicado, a marca alerta sobre uma possível deformação nos braços da suspensão traseira em veículos que sofreram colisão traseira ou lateral. Nesses casos, a durabilidade da peça fica comprometida – Jetta TSI, equipado com suspensão multi-link, está fora do chamado.

A VW afirma que se esse dano decorrente de acidentes não for detectado ou reparado, a utilização contínua do veículo nesse estado pode causar a ruptura súbita do braço do eixo traseira, causando perda de controle do veículo com risco de acidentes.

Para evitar a deformação na suspensão após uma colisão, um componente adicional será instalado na parte interna dos braços do eixo traseiro. Essa peça, porém, ainda está em desenvolvimento e, segundo a marca, quando for concluída um segundo recall será anunciado. Nessa primeira fase a fabricante vai apenas checar se os veículos têm a deformação na suspensão.

Um componente adicional será instalado internamente aos braços do eixo traseiro para ajudar a evitar a perda súbita de controle no caso de haver ruptura do braço do eixo traseiro em razão de batida traseira ou lateral traseira e o dano não ter sido diagnosticado e reparado.

Os veículos afetados têm chassis de BM001374 a BM133813, de CM002149 a CM155939 e de DM000158 a DM097942. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 0800 019-8866 ou pelo site www.vw.com.br.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!