Durante uma reunião com a Presidente Dilma Rousseff no Palácio do Planalto neste sábado (01/10) , o CEO da Renault-Nissan, Carlos Ghosn, anunciou a ampliação da fábrica da Renault em São José dos Pinhais, no Paraná, e a construção de uma nova unidade em Resende, no Rio de Janeiro. A Renault-Nissan deve investir uma soma bilionária no país e pretende ampliar a linha de produtos oferecidos por aqui, visando dobrar sua participação no mercado brasileiro.

A intenção do grupo é passar dos atuais 6,5% de participação no mercado de carros e comerciais para 13% em 2016. Segundo apurou o AUTOO, o grupo deverá fabricar produtos da plataforma V, de carros compactos, no país e colocar a Nissan para brigar diretamente com as quatro maiores montadoras do país (Fiat, Volkswagen, Chevrolet e Ford).

Entre os produtos cotados para a nova planta, estão o hatch compacto March, além de um crossover compacto para disputar mercado com o Ford EcoSport e o recém chegado Renault Duster e possivelmente um subcompacto, com dimensões menores que o March, para fazer frente ao futuro compacto que ficará abaixo do novo Uno, da Fiat, além do Up!, da Volkswagen.

Jair Oliveira

|