Rolls-Royce venderá seus carros no Brasil

Marca premium mais exclusiva do mundo anunciará planos no país na próxima segunda, dia 24

A logomarca acima da grade: inconfundível | Imagem: Divulgação

Para quem vende carros apenas por encomenda e feitos a mão, nem a alta do IPI é capaz de mudar seus planos. Por isso mais uma marca de luxo, aliás, a mais exclusiva do setor automobilístico, anunciará na próxima segunda-feira, dia 24, sua chegada ao Brasil.

Falamos da Rolls-Royce, a mítica montadora inglesa, hoje propriedade da BMW. Na coletiva da semana que vem a empresa deve confirmar a abertura de uma loja exclusiva em São Paulo bem como os planos de comercialização de seus dois modelos, o tradicional Phantom e o modelo de entrada Ghost.

Loja vazia

Uma coisa é certa. Não veremos carros no showroom já que a RR só vende carros exclusivos para seus clientes. Também não se deve esperar números superlativos em termos de vendas, afinal um Phantom custa a partir de US$ 380 mil sem as personalizações oferecidas pela marca. Com os impostos e o custo de importação, certamente a limusine terá um preço acima de R$ 2 milhões.

O prestígio do Brasil para a Rolls-Royce anda tão grande hoje que o próprio CEO mundial da marca, Torsten Muller Otwen, estará presente no evento.

A outra Rolls-Royce

Pode parecer estranho, mas a Rolls-Royce já atua no país há várias décadas, num segmento de alta tecnologia, porém, distante das ruas. Falamos do braço aeronáutico que produz e oferece serviços de manutenção de motores para jatos e helicópteros desde 1959. O grupo foi desfeito no início da década de 70 após quase falir. O governo manteve a operação na aviação e vendeu a fábrica de veículos que passou pelas mãos da Volkswagen antes de ser adquirida pela BMW.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!