Volkswagen tira 125 cv do Golf 1.0 TSI

Nova versão do hatch médio custa R$ 75 mil e promete entregar desempenho e economia
Volkswagen Golf 2017

Volkswagen Golf 2017 | Imagem: Divulgação

A situação da Volkswagen em 2016 não está nada fácil. Além de vender menos como várias outras marcas, a montadora alemã só recentemente resolveu problemas com fornecedores que a fizeram parar a produção por várias semanas.

Além de afetar suas vendas, esses dificuldades a colocaram mais distante ainda de Fiat e Chevrolet entre as marcas mais vendidas do Brasil. O panorama não deve mudar tão cedo, mas pelo menos a Volks tem um trunfo nas mãos que bem usado poderá virar esse jogo um dia, a tecnologia.

Enquanto algumas rivais apenas aprimoram o necessário para atender as exigências do Inovar-Auto, a VW trouxe para o país o elogiado motor TSI, com turbo e injeção direta de combustível. Ele já tem deixado sua marca positiva em modelos como o Golf 1.4 e o up! turbo, além dos seus importados que usam o 2.0 TSI. Mas agora o propulsor chegou a um ponto impressionante: empurrar o Golf 1.0 TSI, a mais nova versão do hatch médio. A ideia da Volkswagen já foi antecipada há um bom tempo pelo AUTOO. Desde junho deste ano a notícia já era um forte rumor no mercado. 

Sim, temos um veiculo de porte médio no mercado brasileiro com motor ‘popular’, mas essa denominação não se aplica ao carro – embora ele se beneficie da pouco inteligente legislação brasileira, focada na forma e não na essência, ou seja, ele paga menos impostos.

Downsizing na melhor definição

Mas, afinal, quem compraria um Golf 1.0? Certamente alguém interessado num motor com 125 cv de potência e melhor que isso, com 20,4 kgfm de torque. É mais do que oferece o rival Fiat Bravo 1.8 16V (18,9 kgfm) com 80% mais de volume nos cilindros.

Também supera com boa margem o irmão Golf 1.6 MSI, versão de entrada do modelo, que tem apenas 120 cv e 16,8 kgfm de torque. E, de quebra, é ainda mais econômico – faz 11,9 km/l na cidade e 14,3 km/l na estrada com gasolina contra 10,1 km/l e 13 km/l do Golf 1.6.

E de onde vieram esses cavalos e quilos a mais de torque se o motor é o mesmo que equipa o up!? Da manjada e conveniente maior pressão no turbocompressor. Com isso, tirou-se mais performance do motor, mas com o cuidado de redimensionar partes que poderiam ficar comprometidas com essa elevação como radiador, materiais e velas e mudanças no comportamento do motor em baixas e altas rotações.

É talvez o melhor exemplo do que o downsizing pode fazer. É só lembrar do antigo motor 2.0 8V que equipava a geração 4 e oferecia apenas 120 cv e 18,4 kgfm de torque, mas com um consumo assustador.

Meio termo

A chegada do Golf 1.0 TSI na versão Comfortline deixa a versão 1.4 TSI Highline mais exclusiva e a versão 1.6 segue em linha com opção de câmbio automático tiptronic de 6 velocidades. Já o Golf 1.0 vai apenas de câmbio manual de 6 marchas, com a vantagem de chegar às concessionárias por um preço mais acessível do que o 1.6 manual com apenas 5 velocidades (confira a lista completa abaixo). 

Entre os equipamentos de série há sete airbags, direção elétrica, ar-condicionado, trio elétrico, rodas de liga 16 polegadas, controle de tração e estabilidade com Hill Assist (freia o carro em saídas em rampa) e central “Composition Media”, com conexão via Carplay e Android Auto. Além disso, a VW oferece três pacotes de opcionais com itens como volante de couro, comandos satélites, central maior e mais equipada, controle de cruzeiro, ar-condicionado digital e teto solar. 

Vendia mais importado

A novidade pode tirar o Golf de um incômodo marasmo nas vendas. Depois de anos esperando pela nova geração, o Golf VII estreou em grande estilo, importado da Alemanha no final de 2013. Logo de cara, quase 2 mil unidades foram emplacadas por mês, fazendo o VW liderar alguns meses o segmento.

Mas logo os preços subiram, o dólar ficou salgado e o Golf passou a vir do México, porém, com alguns ‘downgrades’. O anúncio da produção nacional parecia a chave para voltar à liderança, mas quando isso virou realidade, a crise já se abatia no Brasil, o mercado de hatches médios minguava e o Golf nacional mal consegue emplacar 400 carros. Está nas mãos do motor 1.0 TSI virar esse jogo. Confira abaixo como fica a gama de versões a partir de agora na linha Golf, lembrando que as vendas da nova opção 1.0 TSI terão início apenas em novembro:  

1.0 TSI Comfortline manual 6 marchas - R$ 74.990

1.6 MSI Comfortline manual 5 marchas - R$ 78.130

1.6 MSI Comfortline automático 6 marchas
- R$ 83.530

1.4 TSI Highline manual 6 marchas
- R$ 95.670

1.4 TSI Highline automático 6 marchas
- R$ 101.070

2.0 GTI DSG 6 marchas
- R$ 123.110

Assine a newsletter semanal do AUTOO!