VW Kombi atinge marca de 1,5 milhão

Modelo já passou por várias alterações, mas nunca deixou de lado sua identidade original

Volkswagen Kombi atinge marca de 1,5 milhão de unidades produzidas no Brasil | Imagem: Divulgação

Cinquentona, a Volkswagen Kombi acaba de chegar a marca de 1,5 milhão de unidades produzidas no Brasil. O modelo, que foi desenhado pelo holandês Ben Pon e chegou ao mercado mundial em 1950, é o carro com a maior longevidade na história da indústria automotiva mundial.

Desde seu lançamento, ela nunca teve uma nova geração, recebendo apenas pequenas revisões de estilo, mas nada que alterasse a sua identidade original. Derivado do Fusca, a van foi lançada no mercado brasileiro com motor de 1.2 litro traseiro refrigerado a ar. Quatro anos mais tarde chegou a versão de seis portas e com isso, o índice de nacionalização subiu para 95%.

Em 1965 surgiu a versão picape e de quebra o novo motor 1.5 litro. No início da década de 70, a Volkswagen do Brasil começou a exportar a o carro para mais de 100 países, entre eles Argentina, México, Nigéria e Uruguai. A primeira reestilização veio em 1975 junto de um novo motor de 1.600 cilindradas. Esse mesmo propulsor ganhou ainda uma variação a diesel com refrigeração a ar cinco anos depois.

As versões furgão e picape cabine dupla apareceram em 1981, mas as grandes alterações aconteceram mesmo nos anos de 1982 e 1983 com a introdução do motor movido a etanol e o volante, câmbio e o painel do motorista com novo desenho, além da nova posição do freio de mão, que deixou de sair do assoalho e passou e ficar debaixo do painel. Em 1985, saíram de cena as versões picape cabine dupla e diesel e sete anos depois a Kombi ganhou o sistema servo-freios, que eram compostos por discos na frente e válvulas moduladora de pressão atrás.

Em 1997 a van ganhou uma versão com teto alto, além de ter agregado novas soluções, como a porta lateral corrediça. A última mudança importante ocorreu em 2005, dessa vez o motor 1.6 dá lugar ao 1.4 flex que gera 78 cv com gasolina e 80 cv com etanol. Com essa introdução veio também a adoção do painel minimalista que equipava o Volkswagen Fox lançado em 2003 e que também equipa o Gol G4 até hoje.

Atualmente, no lugar da da nossa cinquentona, a marca oferece a Multivan – também chamada de T5 –, modelo que nunca chegou de forma oficial ao Brasil por ser um projeto mais sofisticado. Mas acredite, o sucesso da Kombi é indiscutível, pois mais recentemente a VW holandesa relançou o modelo naquele mercado com uma série especial para camping, com preços entre 44.995 euros (aproximadamente R$ 108 mil) e 54.595 euros (pouco mais de R$ 131 mil).

Assine a newsletter semanal do AUTOO!