VW revela os primeiros dados do Taos que será vendido no Brasil

Produzido na Argentina, modelo será lançado aqui no segundo trimestre do ano
Volkswagen Taos 2021

Volkswagen Taos 2021 | Imagem: Divulgação

A Volkswagen realizou nesta terça-feira (26) um encontro com a imprensa automotiva nacional para revelar mais detalhes técnicos sobre o Taos, seu aguardado concorrente para o Jeep Compass e o futuro Toyota Corolla Cross nacional. A conversa foi conduzida por José Loureiro, gerente de desenvolvimento do veículo completo. 

Por enquanto o preço da novidade permanece um mistério e deverá ser anunciado pela marca somente no lançamento do Taos no Brasil, confirmado para o segundo trimestre deste ano.

De acordo com a apresentação desta terça, fica claro que a Volkswagen vai apostar na questão do tamanho do modelo e em seu nível de tecnologia para destacá-lo no segmento frente aos demais SUV médios.

O Taos produzido na Argentina que será vendido aqui conta com 4,46 m de comprimento, portanto 7 cm a mais do que o Jeep Compass. O entre-eixos do VW também é 5 cm maior em relação ao Jeep, alcançando 2,68 m. Ponto que merece destaque no Taos será o seu porta-malas, com ótimos 498 litros de capacidade de acordo com o padrão adotado no Brasil. O compartimento do Jeep Compass em suas opções flex é de 410 litros, portanto uma diferença significativa a favor do VW. Ainda segundo os dados preliminares revelados pela VW, o Taos argentino contará com 1,84 m de largura, cerca de 2 cm a mais em relação ao Compass, o que favorece o espaço interno. 

Outro dado importante é que o Taos terá um vão livre entre os eixos de 246 mm, dimensão que fica em 185 mm quando a medida é considerada levando em conta o eixo dianteiro ou 206 mm se aferida no eixo traseiro. Os ângulos de entrada, saída e rampa serão, respectivamente, de 19º, 26,3º e 20,1º.

Aqui no Brasil e região, o Taos fabricado na Argentina contará exclusivamente com o motor 1.4 TSI (turbo + injeção direta) entregando 150 cv a 5.000 rpm e 25,5 kgfm a 1.500 rpm tanto com etanol como com gasolina. A transmissão será a automática 6 marchas (AQ250) com borboletas para trocas sequenciais no volante em todas as versões. No Taos, o câmbio também oferecerá uma opção esportiva (modo Sport).

Com peso de 1.420 kg, o Taos será 127 kg mais leve do que o Compass em sua configuração Limited flex, a mais cara do modelo com este tipo de propulsor. Segundo dados da Volkswagen, o Taos é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 9,3 segundos e a velocidade máxima será de 194 km/h, valores que sinalizam um bom desempenho. A fabricante não apresentou os dados de consumo até o momento, mas antecipou que o Taos vendido aqui contará com start-stop, recurso que ajuda na redução do consumo em especial no ambiente urbano.

Volkswagen Taos 2021
Volkswagen Taos 2021
Imagem: Divulgação

Entre alguns de seus diferenciais, o Taos também contará com o seletor do modo de condução (Eco, Normal, Sport e Individual), bem como será equipado com freio de estacionamento eletromecânico.

O pacote de tecnologia do Taos será notadamente robusto, fazendo frente ao Jeep Compass em seus catálogos mais equipados. O VW vai receber, dependendo da versão, o alerta de colisão com frenagem autônoma de emergência inclusive para pedestres, controle de cruzeiro adaptativo, monitoramento de pontos cegos, detector de fadiga, função de frenagem de manobra, alerta de tráfego cruzado na traseira do veículo, monitor de pressão dos pneus, além do Post Collision Brake, que aciona os freios do veículo após uma colisão grave evitando acidentes subsequentes.

Nos EUA, onde também será comercializado importado do México, o Taos terá uma mecânica mais refinada. Por lá, o SUV será oferecido com motor 1.5 TSI, uma evolução do nosso 1.4 TSI e que também integra a família EA211. O modelo terá as opções de câmbio automático de 8 marchas para as versões com tração dianteira ou a transmissão de dupla embreagem com 7 marchas, no caso atuando em conjunto com o sistema de tração integral 4Motion.

Questionado pelo Autoo, Loureiro explicou que, por ser construído sobre uma plataforma modular, no caso a MQB em sua configuração A, é possível contemplar diversos componentes e configurações mecânicas no modelo, porém não está nos planos da fabricante oferecer o Taos argentino com tração integral. A tendência é que apenas o 1.4 TSI com a caixa de 6 marchas fique como a única opção mecânica do SUV em nosso mercado. Ponto positivo é que o utilitário esportivo terá suspensão independente nas quatro rodas, com disposição multibraço no eixo traseiro. 

Atualmente o VW T-Cross Highline tem preço sugerido na casa de R$ 130 mil (podendo superar R$ 140 mil com todos os opcionais), enquanto o VW Tiguan Allspace Comfortline (7 lugares) tem preço tabelado em R$ 175.140. O Taos atuará dentro desse espectro de preços, muito provavelmente tomando o Compass flex como referência. Importante destacar que o Jeep também receberá atualizações neste semestre, incluindo a chegada do motor 1.3 turbo com injeção direta. Hoje a VW também oferece em seu portfólio local o Tiguan Allspace 5 lugares (R$ 146.880), que é maior (4,70 m de comprimento) e tem proposta diferenciada em relação ao mais novo SUV médio da marca. Resta saber se essa configuração do Tiguan Allspace seguirá importada do México após a estreia do Taos no Brasil.

Volkswagen Taos 2021
Volkswagen Taos 2021
Imagem: Divulgação